NOITE dos VAMPIROS

Página 6 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Ir em baixo

Re: NOITE dos VAMPIROS

Mensagem por Klauss K. em Sex Nov 30, 2018 8:57 am

Shaira escreveu:-- Temos companhia...

*Klauss olha de canto de olho e ve Aretha e outro garou a quem não conhecia.*

"Mas é lógico que ela ia fofocar para alguém..."

Shaira escreveu:-- Eu explorei o local, não tive problemas em me aproximar do círculo mais interno dos vampiros.. mas quando tive que lidar com uma vampira chamada Verônica, meu disfarce foi revelado... por sorte encontrei com o Klaus e... err... Obrigada Klaus.. 'shukraan lak' [obrigada]...

*Esboça um sorriso e acena positivamente com a cabeça para Shaira.*

-- Quando me infiltrei e pude estar diante de Verônica, ao que pareceu, eles estavam sob a liderança de alguém que ela chamou de Xerife. Parecer ser algum tipo de supervisor.. Ela disse que nenhuma princesa Andarilha havia sido morta, porém ela tinha uma chave no pescoço.. talvez fosse uma cela... ao apenas um item qualquer.. infelizmente não consegui obter mais informações... sinto muito. Se desejarem eu posso falar com os anciões.. ou você deseja fazer isso Klaus?

*Sem tirar os olhos da matilah respodne a Shaira.*

-- A responsabilidade é minha Passos-sobre-a-areia.

-------------------------------------------

Crios escreveu:-Eu agradeço a ajuda Klauss. Mas se você está irritado por que a missão deu errado, então está descontando isso no lugar errado. Você tem agido de forma arrogante e grossa desde de que chegou. gritou com todo mundo se achando o dono da razão. E me diga o que conseguiu com isso? Causar uma péssima primeira impressão? - Depois de ter estourado, Katerine começa a se acalmar, e vai abaixando o tom enquanto fala - Olha, o que nós precisamos agora é ficar unidos, e você não está facilitando as coisas. Quer que te sigamos? Seguiremos, mas ao menos tente ser gentil. Mas não tente impor respeito dessa forma, ou apenas vai parecer um idiota. - Katerine fala em um tom apaziguador, como se tivesse se esforçando para agir diplomaticamente - Talvez não seja seu caso, pois eu vi você lutando, e preciso admitir que foi você foi fenomenal la, mereceu meu respeito, e tenho certeza que mesmo não admitindo, Khan e Luke o admiraram la, mas isso foi por água abaixo pela maneira que falou conosco, e a troco de que? -Katerine faz uma negação com a cabeça, meio indignada com a situação como um todo - Agora, a última coisa que precisamos é alguém gritando e desmoralizando de todos os guerreiros. E você não quer ser este cara, não é?

*Klauss ri da situação.*

-- Não estou descontando nada em ninguém... ou por acaso falei alguma mentira aqui? Não vou discutir afinal de contas não há porque não é mesmo? Estava apenas priorizando a vida de sua matilha, Passos-sobre-a-areia me conhece e pode confirmar isso...

-Estou abaixando a guarda e o orgulho para deixar isso para lá Klauss. Vamos fazer isso juntos? Desculpe se fiz algo de errado, mas Não ficarei quieta enquanto alguém ofende minha matilha. Eles esperam isso de mim. Respeito não se impõe, se conquista. E quando tentamos impor o respeito a força, estamos justamente dando motivos para não merecer esse respeito. Tente ser um cara legal, e em vez de te seguir, vamos caminhando. juntos.

" Se para coloca-los em segurança que assim seja."

-- Você esta certa, agora vamos dar o fora daqui antes antes que mais malditos apareçam aqui... ou coisa pior.

-----------------------------------------------------------------

Khan escreveu:--Eu jamais colocaria a minha matilha em risco, digo isso porque não escolho pela matilha. Já teve matilha? É bom pra trabalhar a sincronia.

*Klauss encara Khan com pesar em sua fala.*

-- Sim ja tive matilha e a mesma ruiu porque um Senhor das Sombras acreditava que seus joguinhos de intriga e poder eram mais importantes que o bem estar da matilha, espero que não faça o mesmo na sua... independente disso os Vigias Sorrateiros não existem mais.

--Luke... acabou.

-- Por Gaia, finalmente compreenderam isso.

(... post com Crios...)

--Ou com problema mental.

*Klauss encara Khan e quando vai para responde-lo.*

"não, não vou entrar em suas provocações senhores das sombras..."

--Eu descobri que tanto no plano físico quanto na umbra têm bate-cabeça, e que nos dois lugares o Raul aqui estava envolvido em uns "amassos" HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. O que rolou no banheiro??

--------------------------------------------------------

Aretha

*Klauss caminha lado a lado com a corax e fala sempre em voz baixa.*

-- Bem que você me avisou, o que era para ser uma missão solo de reconhecimento acabou virando uma missão de resgate, que bom que você voltou com um ancião, se você não tivesse ido buscar ele seria bem provável que ninguém sobrevivesse. Você sabe que não iria deixa-los ir para a morte, agora eu arco com as consequências, ainda mais que não sou bem visto aqui no Serpente do Brejo.

-------------------------------------------------------



Klauss K.
Klauss K.

Mensagens : 357
Data de inscrição : 11/07/2016
Idade : 39

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NOITE dos VAMPIROS

Mensagem por Luke Duran em Dom Dez 02, 2018 6:30 pm

Klauss escreveu:-- CALADO Omega, antes que tenha responder por suas ações... Você está certo novamente, matei um dos malditos dentre os quatro toda a glória da batalha pertence a sua alfa e a seu beta respectivamente*olha para Kate e Khan enquanto fala*, uma vez que você estava em frenesi e como tal não controlou seus atos, é um milagre que ninguém dos seus amigos tenha morrido como consequência do seu descontrole.
Klauss tentou usar seu dom para fazer Luke calar-se, mas mesmo ferido, o ahroun tinha uma força de vontade de ferro, capaz de resistir até ao comando do forte do fenrir obviamente superior.

-- Omegas só existem no mundo de mauricinhos como você, eu vim da rua, talvez você não sobrevivesse a ela. Você chegou tarde demais para me criticar, e finge não ver minhas garras impregnadas com o sangue de nossos inimigos.

Enquanto Luke teimava com as palavras de Klauss, ele sentiu seu dom desvanecer-se e toda a dor de seus ferimentos atingir-lhe pela primeira vez depois da batalha. O ahroun foi incapaz de disfarçar a gravidade de seus ferimentos para todos os companheiros que lhe observavam.

"Caralho, essa dor está ficando cada vez mais insuportável. Eu costumava ser melhor nessas surubas". Ironiza em pensamento, sua situação depreciativa enquanto tenta conter as dores com algumas caretas, e contorção do corpo.

Klauss escreveu:-- Agora quando tiver condições de me desafiar me procure para um desafio justo e formal, não vejo honra em matar irmãos garou principalmente quando já estão quase mortos.

-- Também não me importaria em ter que chutar uma bunda orgulhosa se estiver em meu caminho. Mas como pode ver, fica pra outra hora... agora seria muito fácil para mim. Dizia com um sorriso debochado, mas sabia que estava muito machucado para lutar.

*Ao longo do debate Luke se divertia sem esconder suas emoções, diante das provocações de Kham ao Klauss, entre uma e outra encorajava e batia sutilmente no braço de seu parceiro enquanto dava risada*

Kate escreveu:
-CHEGA! Em que esta discussão vai dar? Vocês estão colocando suas energia no lugar errado. - Katerine, ainda irritada com tudo se vira para Luke - Luke, ele está certo, você entrou em frenesi e isso quase custou a vida da nossa matilha.
-- Não, ele não está certo. Antes de tudo esvanecer lembro de vê-los sendo tomados pela fúria também, esse ambiente nos incitou aquilo de alguma forma, e apesar de tudo, quando voltei a mim, não havia encostado um dedo em vocês. Assumo a minha culpa mas não fui o único. Mas, tudo bem Kate, sei que suas intenções são das melhores. A confortou repousando a mão em seu ombro.

O chute na porta do Filho de Gaia revelou uma escada de pedra, descendo em curva para algum cômodo inferior. Na Umbra, não havia iluminação na escadaria, e a escuridão se adensava nas profundezas daquela passagem.

Kham escreveu:--Luke... acabou.

"Porque as coisas sempre tem que ser do jeito mas difícil?" Bufa olhando a vasta escuridão, enquanto as palavras de seu amigo ecoavam em seus ouvidos.

Enquanto os garous estavam envolvidos no dilema de seu próximo movimento, dois seres irromperam na sala penumbral onde estavam.

Um deles era um homem negro de compleição mediana e uma barbicha descuidada, vestido quase como um mendigo, com uma touca e um agasalho esportivo bastante surrado. A outra era uma mulher negra praticamente fantasiada como uma versão feminina de Charles Chaplin.

"Ihh caralho mas essa... quem é o nóia e a cosplay de mimico?" Luke os observou com atenção, e o figurino da mulher o chamava bastante atenção, certamente nunca assistiu CHarles Chaplin, nem fazia ideia do porque eles estavam assim, e o que faziam por lá.

- Chegamos tarde pra festa no apê? - ironizou o homem.
-- Sim, infelizmente já perderam toda a diversão. Disse Luke, com um sorriso irônico no rosto, aderindo a brincadeira e com uma das mãos contendo alguns ferimentos.

- Tão bem ferrados! Tá na hora de puxar o carro, moçada! Vamos se mandar daqui antes que algum vampiro ou coisa pior volte pra nos pegar!
Aquele cara era tão convicto e confiante em sua fala, que não podia ser alguém sem importância na comunidade garou, mesmo com sua aparência desleixada e seu jeito...exótico. Luke voltando os olhos para a imensa escuridão diante de si, não via outra alternativa senão a do velhote com baseado na mão e a mulher estranha. *Caminha junto a todos, andando como dava e segurando sua dor até a saída*


Aretha exigiu saber tudo que eles tinham feito e descoberto, obrigando todos a descrever detalhadamente cada lance de sua noite entre os vampiros. Klauss já sabia que nenhuma mentira, omissão ou imprecisão passariam despercebidos pela corax, mas os outros poderiam tentar escapar da curiosidade ávida dela. Mas ela arrancaria toda a informação que pudesse deles antes de separar-se do grupo.

-- Viemos pela umbra resgatar alguns irmãos garous perdidos e acabamos encontrando alguns parceiros de sparring indesejados, não tardamos em responder a altura. Que bom que estávamos em forma, mas confesso que eu não aguentaria mais um treino desses, estou meio exausto, sabe? rs. Tudo o que fizemos foi protegermos uns aos outros, mas pelo que sabemos alguns aqui causaram uma boa confusão lá fora.
Luke Duran
Luke Duran

Mensagens : 130
Data de inscrição : 26/03/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NOITE dos VAMPIROS

Mensagem por Alexyus em Ter Jan 08, 2019 11:14 pm


Kate escreveu:-Rei da erva! Acho que nunca fiquei tão feliz com cheiro de maconha na vida. As coisas aqui estão bem complicadas...Por favor, vamos logo.

O Rei deu um sorriso e respondeu:

- Eu te falei que era da boa, mileite Kate! Com o tempo tu se acostuma...

Raul escreveu:- O que eu fiz? Bem, eu consegui entrar na boate, tomei algumas porradas de uns Skinheads, fugi de uns bichos estranhos no banheiro, caí no meio de uma batalha umbral, apanhei bastante e consegui matar um dos malditos que estavam nos atacando. Quanto de renome acha que isso vai me dar?

     Enquanto o homem os examinava, Raul aproveita para interagir com ele.

- Senhor, desculpe, mas você por acaso seria o famoso Rei da Erva? É uma honra conhecê-lo. Também sou um Roedor de Ossos!

O Rei da Erva deu uma gargalhada curta, quase se engasgando de novo, e respondeu a Raul:

- Eu sou o primeiro e único, garoto! Bom que você sobrevivei, mas vai precisar contar ua história melhor se quiser ganhar renome em vez de um pito dos anciãos...

Shaíra escreveu:-- Eu explorei o local, não tive problemas em me aproximar do círculo mais interno dos vampiros.. mas quando tive que lidar com uma vampira chamada Verônica, meu disfarce foi revelado... por sorte encontrei com o Klaus e... err... Obrigada Klaus.. 'shukraan lak' [obrigada]...

* Quando era informada que deviam se apresentar ao conselho de anciões e relatarem a missão, Shaíra sugeria que seria bom eles juntarem tudo que haviam visto e descoberto lá. *
-- Quando me infiltrei e pude estar diante de Verônica, ao que pareceu, eles estavam sob a liderança de alguém que ela chamou de Xerife. Parecer ser algum tipo de supervisor.. Ela disse que nenhuma princesa Andarilha havia sido morta, porém ela tinha uma chave no pescoço.. talvez fosse uma cela... ao apenas um item qualquer.. infelizmente não consegui obter mais informações... sinto muito. Se desejarem eu posso falar com os anciões.. ou você deseja fazer isso Klaus?

Os olhos de Aretha brilharam com curiosidade com as palavras de Shaíra, mas ela só murmurou:

- Verônica e o Xerife...

Kham escreveu:--Eu descobri que tanto no plano físico quanto na umbra têm bate-cabeça, e que nos dois lugares o Raul aqui estava envolvido em uns "amassos" HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. O que rolou no banheiro??

Embora curiosa, a corax não parecia no melhor dos humores, e ninguém riu junto com Kham.

Luke escreveu:-- Viemos pela umbra resgatar alguns irmãos garous perdidos e acabamos encontrando alguns parceiros de sparring indesejados, não tardamos em responder a altura. Que bom que estávamos em forma, mas confesso que eu não aguentaria mais um treino desses, estou meio exausto, sabe? rs. Tudo o que fizemos foi protegermos uns aos outros, mas pelo que sabemos alguns aqui causaram uma boa confusão lá fora.

O Rei da Erva deu uma escarrada e comentou:

- É, a bagunça de vocês não passou despercebida pros mortais, não mesmo... Foi bem difícil pra eu e a passarinha ali conseguir entrar e achar vocês...

Klauss escreveu:*Klauss caminha lado a lado com a corax e fala sempre em voz baixa.*

-- Bem que você me avisou, o que era para ser uma missão solo de reconhecimento acabou virando uma missão de resgate, que bom que você voltou com um ancião, se você não tivesse ido buscar ele seria bem provável que ninguém sobrevivesse. Você sabe que não iria deixa-los ir para a morte, agora eu arco com as consequências, ainda mais que não sou bem visto aqui no Serpente do Brejo.

Aretha deu aquele sorriso de "eu não te falei?" para Klauss, e ficou por perto apenas tempo bastante para recolher todas as informações que podia. Antes de se separar do grupo, ela falou pro Fenrir:

- Depois quero saber de tudo que acontecer daqui pra frente!

E bateu asas para longe dos garous.


DIAS DEPOIS

Depois de algun dias se recuperando dos ferimentos, chegou a hora da audiência dos seis garous com os anciãos do caern. Todo o conselho de anciãos e representantes de todas as tribos estavam presentes, mais de 40 garous, presididos pelo Grande Ancião dos Andarilhos do Asfalto, Joelson Fonseca.

O Rei da Erva tentou aliviar bastante para os garous da missão, valorizando as informações obtidas por eles e alegando que nenhum dano foi feito ao Véu, já que os vampiros já sabiam sobre eles e nenhum humano reportou nada na mídia sobre o "blecaute seguido de curto-circuito no Clube Masquerade". Os vampiros também não estavam ansiosos em se exporem aos mortais.

O posto e a Raça Pura de Klauss causou grande impressão nos Fenrires e, mesmo não sendo muito querido pelos anciãos, ele escapou de ser repreendido publicamente e ainda teve seus feitos renomados, mesmo que o juízo tenha sido um pouco rigoroso demais.

O único representante dos Peregrinos Silenciosos falou apenas uma vez, para defender as ações de Shaíra contra o que era "um maldito ninho de sanguessugas, afinal de contas!", e depois calou-se durante o resto da audiência.

Ao fim, o Grande Ancião decidiu conferir o seguinte renome aos garous antes de mandar que deixassem a Divisa do caern imediatamente:

Klauss Krugger, por: Derrotar um lacaio da Wyrm poderoso, destruir/matar a ameaça em questão, sem ser ferido no processo. Glória 9

Shaíra Menefer, por: Derrotar um lacaio da Wyrm poderoso, destruir/matar a ameaça em questão. Glória 8

Khamaseen, por: Derrotar um lacaio da Wyrm poderoso, destruir/matar a ameaça em questão. Glória 8

Luke Duran, por: Derrotar um lacaio da Wyrm poderoso, destruir/matar a ameaça em questão. Glória 8

Katerine Rosenstock, por: demonstrar dignidade diante da morte certa, sobreviver a um ferimento incapacitante, derrotar um lacaio da Wyrm poderoso, destruir/matar a ameaça em questão. Glória 10, Honra 1, Sabedoria 3

Raul, por: demonstrar dignidade diante da morte certa, sobreviver a um ferimento incapacitante,  Derrotar um lacaio da Wyrm poderoso, destruir/matar a ameaça em questão. Glória 10, Honra 1, Sabedoria 3


Devidamente renomados e convidados a se retirar do território do Caern USP, os garous foram interceptados nos limites da Cidade Universitária pelo Rei da Erva e Aretha.

- Não queria que vocês fossem embora com os rabos entre as pernas e de mãos vazias, garotos! Tomem aí!

O roedor de osos anicão deu para Kate, Luke, Kham e Raul o que parecia ser um cigaro de palha, mas com minúsculos glifos marcados na superfície. Ele explicou que eram amuletos, que uma vez acesos, concederiam ao usuário um dom ativo enquanto o cigarro queimasse.

O cigarro de Katerine conferia 8 horas do dom Declamação. O de LUke lhe dava um uso de Força Desesperada. O cigarro de Kham lhe concedia um uso de Encontre o Prêmio. O de Raul continha um Cheiro do Sucesso.

Aretha entregou uma flecha com penas pretas e ponta de obsidiana a Shaíra, explicando que era uma Flecha Maldita, eficaz apenas uma vez.

A Klauss, sua amiga corax entregou uma caixinha contendo Pó da Morte.

E assim, deixando os limites do Caern USP ao raiar do dia, os garous deixavam para trás sua Noite dos Vampiros.


FIM
Alexyus
Alexyus

Mensagens : 563
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NOITE dos VAMPIROS

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum