MAR EM CHAMAS

Ir em baixo

MAR EM CHAMAS

Mensagem por Alexyus em Dom Abr 08, 2018 2:47 pm


"O naufrágio do navio petroleiro SS Seadragon, a apenas 10 milhas náuticas do porto de Santos, seguido de vários focos de incêndio, resultou no derramamento de milhares de litros de petróleo bruto diretamente na água do mar. O caso repercutiu no mundo todo, e técnicos brasileiros e estrangeiros trabalham incansavelmente para conter a mancha negra que chega a ser visível da praia, enquanto ambientalistas já classificam o incidente como o maior desastre ecológico no território nacional desde o rompimento da barragem de Mariana. As casuas do acidente ainda são investigadas pelas autoridades, mas permanecem desconhecidas."


KLAUSS KRUGGER

Klauss recebeu a notícia quando estava em Fonte Fria.

Julián o chamou e disse:

- Recebemos a informação agora por telefone. A seita da Muralha Verde tem provas de que o vazamento do petroleiro foi causado por uma colmeia de Dançarinos da Espiral Negra, talvez para encobrir algum ritual maldito ou simplesmente para espalhar a destruição. É uma seita pequena mas aguerrida, com poucos combatentes. Eles têm vários parentes em perigo imediato, além de todas as crises ambientais que o vazamento causou. A polícia e os jornais estão por toda parte, o que dificulta muito a ação. Mas infelizmente não temos outros garous disponíveis além de você, Justiça de Prata. Seja nossa resposta a esse chamado e lute bem, nós enviaremos reforços assim que possível.

Sobre-las-Nubes tinha feito preparativos para Klauss: Laura tinha um carro que ele podia usar para chegar a Santos, onde deveria procurar a uktena Mudança-de-Lua na praia de Iguatemi Martins, no atracadouro de lanchas. Ela atendia pelo nome humano de Akíssia Nakayama.

VIRGÍNIA DAWN HOPE


Virgínia foi avisada por NEve Prateada quando estava com ele no Caern do Urso Pardo.

- Levante-se, filha! Uma seita nas terras do Sul, no litoral do Brasil, pedem ajuda. Os espíritos mensageriso dissseram que os Dançarinos da Espiral Negra causaram um grande desastre no mar perto da praia para encobrir a realização de um poderoso ritual. Há poucos garous lá para salvar humanos e parentes, proteger o ambiente da contaminação e ainda combater os Espirais Negras. Você já conhece aquelas terras e pode ser de grande ajuda para eles. Se estiver pronta, abrirei a Ponte da Lua esta noite e lhe indicarei o caminho até a seita da Muralha Verde, onde você deve encontrar a theurge Mudança da Lua.
avatar
Alexyus

Mensagens : 340
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Alexyus em Seg Abr 09, 2018 9:04 pm

SHAÍRA

Shaíra foi comunicada da crise por uma carta de Ahmed, entregue em Fonte Fria:

Carta de Ahmed:
"Passos sobre a Areia,

É hora de você fazer jus ao nome e correr sobre as areias do mar. Estou na Seita da Muralha Verde, e esses camaradas realmente precisam de ajuda. A situação está preta por aqui, então venha logo e traga seu arco!

Você poderá me localizar no ancoradouro de lanchas, na praia de Iguatemi-Martins, em Santos, ao procurar por uma mulher chamada Akíssia.

Espero Vê-la em breve!

Com afeto,

Ahmed"

Agora Shaíra tinha de decidir se pediria ajuda ou se manteria em segredo a carta de seu amor (não tão) secreto...
avatar
Alexyus

Mensagens : 340
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Nataly em Qui Abr 12, 2018 5:18 am

Virgínia atendeu o chamado de seu mentor, Garra Celeste, e se preparou o melhor que pôde para voltar ao Brasil.

Já tinha alguma experiência lá, mas nunca tinha visto os mares do sul. Não sabia bem o que esperar, mas decidiu dedicar um vestido leve de verão. Era sempre quente por lá.

Quando a noite caiu, ela procurou o velho theurge dos Filhos de Gaia e declarou:

- Estou pronta para partir, Garra-rhya!
avatar
Nataly

Mensagens : 67
Data de inscrição : 31/03/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Cetza em Qui Abr 12, 2018 9:30 pm

* Shaíra recebia a notícia de Ahemd de que as coisas em Seita da Muralha Verde não estavam boas, ela lia a carta de Ahmed e logo ficava com saudades dele, fazia tempo que não se viam sendo a última vez no rito de passagem de uns filhotes... Porém naquela carta Ahmed não falava de amor, mas sim de lutar junto dele e isso inspirava Shaíra.*
" Lutar ao lado do Ahmed... novamente... era tudo o que mais poderia querer. Tenho tantas coisas para dizer a ele... "
* Shaíra pegava algumas roupas mais leves e seu arco. Ela colocava o arco num estojo todo enfeitado com padrões árabes e usava um khimar para não chamar atenção mais do que o necessário... ela se dirigia até o ponto de encontro com Akíssia, ela ficava se perguntado se essa moça esteve com Ahmed... *

(roupa para usar na praia)
(aljava)
(Khimar)
avatar
Cetza

Mensagens : 182
Data de inscrição : 25/03/2017
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Klauss K. em Sex Abr 13, 2018 8:47 am

- Recebemos a informação agora por telefone. A seita da Muralha Verde tem provas de que o vazamento do petroleiro foi causado por uma colmeia de Dançarinos da Espiral Negra, talvez para encobrir algum ritual maldito ou simplesmente para espalhar a destruição. É uma seita pequena mas aguerrida, com poucos combatentes. Eles têm vários parentes em perigo imediato, além de todas as crises ambientais que o vazamento causou. A polícia e os jornais estão por toda parte, o que dificulta muito a ação. Mas infelizmente não temos outros garous disponíveis além de você, Justiça de Prata. Seja nossa resposta a esse chamado e lute bem, nós enviaremos reforços assim que possível.

*Klauss pensa por alguns segundos e questiona.*

-- Com toda a policia e jornais em cima há alguma identidade falsa ou alguma ONG que possa me aceitar como voluntário para que eu possa justificar minhas idas e vindas em meio ao desastre ambiental *sorri* caso não tenha eu me viro. Vou pegar minha mochila e estou pronto para partir. E agradeço pelo carro, mas eu prefiro continuar com a moto com ela tenho mais mobilidade para me deslocar até mesmo por trilhas caso seja necessário.

*Mochila nas costas capacete e segue rumo a Santos para a praia do Iguatemi.*

avatar
Klauss K.

Mensagens : 208
Data de inscrição : 11/07/2016
Idade : 38

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Alexyus em Sab Abr 14, 2018 9:55 pm

KATE

Kate estava em sua casa, em São Paulo quando sua mãe, Mia Regan, entrou com uma carta na mão, parecendo exaltada:

Spoiler:

- Kate, chegou uma carta para você! Abra agora! É da família!

O jeito como ela enfatizou a palavra fez Katerine perceber que era ssunto garou, mas sua mãe era muito discreta em usar palavras que não comprometessem o Véu.

A carta estava escrita à mão, com uma letra caprichada lifeiramente tremida.

"Querida Katerine,

Nossos parentes em comum me deram seu endereço. Sei que nossa família é miscigenada e muito numerosa, mas há poucos de nós no Brasil. Me informaram que você tem talentos que podem ser muito úteis, já que ninguém aqui na minha região nasceu com a sorte virada para a Lua como você. Eu sou formada em Biologia e trabalho como guia turística em parques de Mata Atlântica no litoral de São Paulo, mas tivemos problemas recentemente com uma Colmeia próxima. Qualquer ajuda seria bem-vinda nesse momento, quanto antes melhor. Você pode entrar em contato comigo através de uma mulher chamada Akíssia, que trabalha nas docas da praia de Iguatemi Martins, em Santos. Espero encontrá-la pessoalmente muito em breve!

Respeitosamente,
Alejandra López"

Kate poderia consultar os anciãos ou seus futuros companheiros de matilha, além de pesquisar mais sobre o local. Mas a convocação, apesar das palavras disfarçadas, era bem fácil de decifrar.


KHAM

Khamaseen recebeu uma mensagem onírica de Braço-de-Aranha, o ancião dos Senhores das Sombras que às vezes lhe dava algumas dicas (e sempre queria algo em troca disso).

Enquanto sonhava, ele ouviu o uivo do velho phillodox.

- Fúria-da-Tempestade! Uma hominídea de nossa tribo requisitou a sua ajuda. O nome humano dela é Monique Melo, mas seu nome garou é Filha-do-Trovão. O território dela fica no litoral de São Paulo, uma região de Mata Atlântica, na cidade de Santos. PAra contatá-la, você deve encontrar uma mulher chamada Akíssia, numa praia chamada Iguatemi Martins. Parta agora!

Quando acordou, Kham lembrava-se claramente do sonho, percebendo que não era algo comum, mas algum sinal espiritual mandado pelo ancião.


RAUL

Raul ainda tentava achar um lugar para ficar quando reencontrou Tito. O velho estava armando alguma, RAul logo percebeu, e Tito não se fes de rogado:

Spoiler:

- Ei, garoto, tenho um trabalhinho pra você! Tem uma zona rolando lá em Santos, perto da praia. Se você lesse jornais, poderia ter percebido alguma coisa. Mas o que você precisa fazer é simples: pegue essa passagem de ônibus, va até Santos e encontre uma mulher chamada Akíssia na praia de Iguatemi Martins. Ela vai te dizer o que fazer. Acha que dá conta?


TODOS

Santos é um município portuário sede da Região Metropolitana da Baixada Santista, localizado no litoral do estado de São Paulo, no Brasil. Com a maior participação econômica da citada região, abriga o maior porto da América Latina, o principal responsável pela dinâmica econômica da cidade ao lado do turismo, da pesca e do comércio. A cidade tem uma área continental e uma insular, onde ficava a praia que todos procuravam.



Logo ao chegar, notava-se como a cidade era grande, misturando arquitetura portuguesa antiga com construções modernas e imponentes, mas também muitos bairros pobres e degradados. Mas o endereço das docas que procuravam era no bairro Vila Nova, perto do centro da área insular, quase de frente para o porto de Santos.



Era um dia nublado de temperatura na casa dos 23°, mas o cheiro de fumaça no ar se fundia ao aroma da maresia, roubando a impressão de cidade balneário.

Klauss chegou de moto. Virgínia veio andando depois de se perder em atalhos mais uma vez. Shaíra, chamando a atenção de todos à volta, também veio caminhando. Kate chegou de carro. Kham andava desajeitadamente na forma humana. E RAul teve que caminhar bastante desde a rodoviária.

Perto de todas as docas, portos e atracadouros de Santos, as catraias, pequenas lanchas que transitavam nos canais fazendo a travessia da cidade de Santos até a outra margem na cidade de Guarujá, eram visões um pouco decepcionantes.



Havia vários homens trabalhando no embarque, cobrança e condução dos passageiros, mas nenhuma mulher.

Caso perguntados sobre Akíssia, qualquer deles responde:

- Ela ainda não chegou.



OFF: Todos vocês chegam quase ao mesmo tempo. Podem descrever a viagem ou interagir entre si, se desejarem.
avatar
Alexyus

Mensagens : 340
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Kurosatsunomori em Seg Abr 16, 2018 12:37 am

- Fúria-da-Tempestade! Uma hominídea de nossa tribo requisitou a sua ajuda. O nome humano dela é Monique Melo, mas seu nome garou é Filha-do-Trovão. O território dela fica no litoral de São Paulo, uma região de Mata Atlântica, na cidade de Santos. PAra contatá-la, você deve encontrar uma mulher chamada Akíssia, numa praia chamada Iguatemi Martins. Parta agora!

Quando acordou, Kham lembrava-se claramente do sonho, percebendo que não era algo comum, mas algum sinal espiritual mandado pelo ancião.

"Filha-do-Trovão, que nome legal... Vou indo, com o velho me dizendo o que fazer facilita de eu planejar o meu dia. Vou de ônibus, no caminho pesquiso alguns mapas."

Klauss chegou de moto. Virgínia veio andando depois de se perder em atalhos mais uma vez. Shaíra, chamando a atenção de todos à volta, também veio caminhando. Kate chegou de carro. Kham andava desajeitadamente na forma humana. E RAul teve que caminhar bastante desde a rodoviária.

Kham segue em direção aos outros garous por lembrar de esbarrar com eles em situações anteriores, ainda não tinha dominio do idioma e por simpatia acenou para todos e disse um 'oi' tímido tentando esconder seu sotaque russo. Como ja possui intimidade com Kate, se aproxima dela com um sorriso, sem saber o que está acontecendo observa o movimento do local antes de perguntar para alguém.
avatar
Kurosatsunomori

Mensagens : 102
Data de inscrição : 28/03/2017
Idade : 25

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Krauzer em Seg Abr 16, 2018 4:23 pm

Raul caminhava pelas ruas de São Paulo com um cobertor velho, à procura de algum canto para passar a noite, quando encontra Tito.

Raul tem um misto de sentimentos ao ver o velho. De certa forma estava aliviado por ter um amigo por perto, mas também estava furioso pois ele havia sumido sem deixar rastros nas últimas semanas.

- Por onde você andou, velho safado?

Como se não tivesse ouvido nada, Tito continua:

- Ei, garoto, tenho um trabalhinho pra você! Tem uma zona rolando lá em Santos, perto da praia. Se você lesse jornais, poderia ter percebido alguma coisa. Mas o que você precisa fazer é simples: pegue essa passagem de ônibus, vá até Santos e encontre uma mulher chamada Akíssia na praia de Iguatemi Martins. Ela vai te dizer o que fazer. Acha que dá conta?

- Oras, mas você só aparece para me arranjar encrenca, né?! Pelo menos trouxe algum rango?

Independente da resposta de Tito, Raul aceita o serviço, mas caso ele não tenha trazido nada, Raul esbraveja:

- Mas e por que você mesmo não faz isso, seu trambiqueiro? Sim, eu topo, tudo pela grande mãe Gaia, não é mesmo?! Só espero que você tenha algo para mim quando eu voltar!


***


Era a primeira vez que Raul viajava para fora da cidade. Por sorte, em sua última missão, conseguiu alguma grana para comprar roupas melhores, do contrário, é provável que nem mesmo o deixassem entrar no ônibus.

Pela janela ele podia ver que à sua volta havia uma grande área florestal entre São Paulo e Santos. Ele quase se arrependeu de ter aceito vir de ônibus, seria interessante explorar áreas verdes para variar um pouco, e talvez a umbra destas regiões oferecesse um ambiente melhor do que aquele monte de aranhas da Weaver e monstruosidades de lixo da Wyrm que assolavam as regiões umbrais da capital.

Ao chegar, o pobre Roedor sabia que tinha uma grande caminhada pela frente. Ele aproveita este momento para observar bem este local desconhecido. A cidade não era tão diferente da sua, era grande, mas não tanto quanto a capital, o cheiro de fumaça e poluição também era forte, mas o cheiro de maresia também encontrava suas narinas quando ele se aproximava das docas.

Era uma cidade cinzenta, assim como São paulo, e as docas passavam uma imagem depressiva e decadente. Raul procura bastante, mas não encontra mulher alguma por lá, até que toma coragem e aborda um trabalhador, que apenas lhe responde que ela não havia chegado.

- Hum, OK, obrigado. Mas... por acaso sabe que horas ela chega?
avatar
Krauzer

Mensagens : 10
Data de inscrição : 26/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Crios em Seg Abr 16, 2018 4:58 pm

Kate estava em sua casa, em São Paulo quando sua mãe, Mia Regan, entrou com uma carta na mão, parecendo exaltada:
- Kate, chegou uma carta para você! Abra agora! É da família!

O jeito como ela enfatizou a palavra fez Katerine perceber que era ssunto garou, mas sua mãe era muito discreta em usar palavras que não comprometessem o Véu.

A carta estava escrita à mão, com uma letra caprichada lifeiramente tremida.

Percebendo a exaltação de sua mãe, Katerine se bota igualmente tensa. Havia se mudado a pouco tempo para o brasil. O que havia começado com apenas uma pequena temporada, acabou se tornando algo mais concreto e possivel

Katerine dizia enquanto abria a carta com uma expressão tranquila:
-Calma mamis, o que quer que seja a gente resolve - ela abre a carta – Não deve ser nada demais... – Katerine le a carta por cima e seus olhos já arregalam e seu tom de calamidade se cala.

"Querida Katerine,

Nossos parentes em comum me deram seu endereço. Sei que nossa família é miscigenada e muito numerosa, mas há poucos de nós no Brasil. Me informaram que você tem talentos que podem ser muito úteis, já que ninguém aqui na minha região nasceu com a sorte virada para a Lua como você. Eu sou formada em Biologia e trabalho como guia turística em parques de Mata Atlântica no litoral de São Paulo, mas tivemos problemas recentemente com uma Colmeia próxima. Qualquer ajuda seria bem-vinda nesse momento, quanto antes melhor. Você pode entrar em contato comigo através de uma mulher chamada Akíssia, que trabalha nas docas da praia de Iguatemi Martins, em Santos. Espero encontrá-la pessoalmente muito em breve!

Respeitosamente,
Alejandra López"

-Mãe...Preciso ir. Parentes nossos precisam de ajuda. Eu preciso ir para docas da praia de Santos. –Kat falava enquanto dava a carta para sua mãe ler –

Sabia que sua mãe estaria preucupada. Obviamente, como toda mãe. Mas alem disso, ela perdeu o marido justamente enquanto lutava contra dançarinos da espiral negra. Saber que sua filha estaria indo na direção destes monstros infernais. Entretanto, ela sabia que não poderia evitar o chamado do dever de sua filha. Katerine arrumava suas coisas para sair de casa, e antes de ir, abraçou e beijou sua mãe, prometendo voltar.

percebendo a chegada de Khan, Katerine imediatamente ia em sua direção, e lhe cumprimentava com um forte abraço, e com um beijo.


-Khan, o que manda? Verruck. Você sabe onde esta Luke? – Katerine olhava ao aredor e dizia – Mas enfim. Bom te ver de novo meu querido. Está também atrás da Akissia?


Como não conhecia os outros tão bem, comprimentava-os de forma gentil e educada.


-Olá, prazer em conhecer.

avatar
Crios

Mensagens : 159
Data de inscrição : 27/03/2017
Localização : http://lobisomemrpg.forumeiros.com/t61-katerine-rosenstock-hominio-theurge-uktena

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Cetza em Seg Abr 16, 2018 7:03 pm

* Shaíra ia de onibus, porém ela acabava errando o ponto e teve que soltar no meio do caminho e seguir à pé... o que não era nada mal para uma Peregrina Silenciosa, ela seguia pelas ruas de Santos um tanto entristecida pois a cidade era bela, mas o crescimento a estava matando. Devido ao seu Khimar, Shaíra era percebida por todos ali e somente ficava pensando em não ser assaltada por pensarem que ela fosse uma turista perdida. *
" Por Gaia não pensem que sou uma turista perdida... ser assaltada aqui seria o fim..."

* Ao chegar ela avistava os outros e notava algumas caras conhecidas desde o ritual de passagem daqueles que outrora forma filhotes e claro Klaus, provavelmente o rosto mais conhecido dentre eles. Ela cumprimentava a todos e logo em seguida cumprimentava Klaus um velho amigo dela.

-- Sabaḥu Al-Khair [Bom dia] a todos. Ahlan Sadiqi, quanto tempo não é mesmo Klaus... Parece que o nosso contato está um pouco atrasada.
avatar
Cetza

Mensagens : 182
Data de inscrição : 25/03/2017
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Nataly em Seg Abr 16, 2018 9:22 pm

Virgínia preparou-se bem para a viagem para o litoral de um país tropical, usando seu novo vestido branco e alguns enfeites para parecer mais "humana".

Aparência de Virgínia:

Ao se aproximar da docas, Aurora-da-Esperança estava rastreando sinais de atividade espiritual, fosse benigna ou maligna. Seus Sentidos Aguçados captavam tudo que acontecia ao redor.

Ela identificou outros garous pelo cheiro antes mesmo de vê-los.

"Aquele Cria de Fenris, Justiça-de-Prata, com cheiro de estrada e gasolina.

Cheiro de tecidos orientais, é aquela peregrina silenciosa, a Shaíra.

Odor de lobo vadio e fuçador, como era mesmo, Khama-quem, algo assim, o lupino senhor das sombras.

Aquele aroma de sangue antigo misturado com terras distantes, é a theurge fianna, Kate.

E de quem será esse fedor horrível? Acho que não conheço. É melhor ser gentil com ele, deve ser um roedor de ossos...."


Ela chegou na beira do atracadouro e percebeu que os garous estavam meio que se juntando, mas nada da tal moça Akíssia.

Ela chegou silenciosamente por trás de todos e disse:

- Oi!.
avatar
Nataly

Mensagens : 67
Data de inscrição : 31/03/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Kurosatsunomori em Ter Abr 17, 2018 3:38 pm

Katerine escreveu:percebendo a chegada de Khan, Katerine imediatamente ia em sua direção, e lhe cumprimentava com um forte abraço, e com um beijo.

-Khan, o que manda? Verruck. Você sabe onde esta Luke? – Katerine olhava ao aredor e dizia – Mas enfim. Bom te ver de novo meu querido. Está também atrás da Akissia?

Kham abriu um sorriso bobo ao ser pego de surpresa mais uma vez pelos comprimentos de Katerine.

-- Oi Kate! Liguei pra ele e mandei algumas mensagens, mas sem resposta. Estou procurando Akíssia também... Já sabe de algo sobre o porque nos convocaram?

*olhando para o celular ainda sem resposta*

Spoiler:

avatar
Kurosatsunomori

Mensagens : 102
Data de inscrição : 28/03/2017
Idade : 25

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Klauss K. em Ter Abr 17, 2018 4:23 pm

*Viagem tranquila entre Fonte Fria e Santos na descida da Serra do Mar Klauss parou a moto e comeu um pastel de feira e tomou um copo de caldo de canã com limão, costume que aprendera com Aretha o de aproveitar a viagem sempre que possivel e segue até santos, chegando ao local combinado encontra um estacionamento e deixa a moto e seu capacete, se perguntado por quantos dias , responde apenas que o quanto for necessário e paga uma semana de estacionamento adiantado e caminha tranquilamente em direção ao ponto de encontro, abre sua jaqueta de couro incomodado pelo calor do litoral arruma os óculos escuros e ao avistar Shaira imagina que os demais junto a ela também sejam garou.*

-- Sabaḥu Al-Khair [Bom dia] a todos. Ahlan Sadiqi, quanto tempo não é mesmo Klaus... Parece que o nosso contato está um pouco atrasada.


-- Oi Shai... *olha para todos* todos esperando por Akíssia, de duas uma ou os problemas estão sendo maiores que o esperado ou apenas estão dando tempo para que os recém chegados comecem a se organizar e se conhecer melhor...

- Oi!.

*Ameaça dar um sorriso lembrando da ultima vez que viu Virginia durante o ritual.*

-- Bom ve-la Virginia, acredito que vamos precisar e muito de sua ajuda como theurge.

*Olho para os demais.*

-- Saira e Virginia eu já conheço como não se apresentaram ainda... sou Klauss Krugger, chamado Justiça de Prata, ahroun fostern dos Crias de Fenris.
avatar
Klauss K.

Mensagens : 208
Data de inscrição : 11/07/2016
Idade : 38

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MAR EM CHAMAS

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum