Underworld - Rise of the Lycans

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Alexyus em Dom Jul 22, 2018 5:03 pm

- Eu não posso lhe dizer, mas não posso porque não sei. Eu estava no Caern Torre de Babel ao leste da Macedônia quando recebi essa missão. Foi Guardião-do-Amanhecer, Ancião Theurge dos Fianna que me mandou procurar um conjunto de Garous. Ele me deu uma lista e pediu para enviar todos estes para o Caern Água Corrente que fica próximo de Saint Denis, é o Caern mais próximo de Lua de William, este é seguro.

Adrien deixou que a peregrina comesse à vontade, sem fazer reparações ou reprimendas aos modos bruscos dela à mesa. A mente do Filho de GAia estava concentrada nas informações que surgiam.

- Uma lista, tu disseste? E creio que meu nome esteja nela, correto? Bem, não virarei as costas à uma convocação tão importante. Estarei pronto para partir em cerca de duas horas. Mas devo ir diretamente ao Caern da Água Corrente encontrar este Guardião-do-Amanhecer, ou prefere que eu a acompanhe enquanto busca todos os garous da lista para então irmos todos juntos para lá?

Assim que Águia-do-Deserto-Cinza respondesse, Dilermando começaria seus preparativos para a viagem. Ele avisaria cloud sobre o evento para o Duque Herold e o instruiria a realizar o evento mesmo que Adrien estivesse ausente, justificando que tinha sido convocado pela igreja até Saint Denis repentinamente. Para a viagem, ele já tinha sua bagagem quase preparada, a maior parte dos itens dedicados para a viagem.
avatar
Alexyus

Mensagens : 500
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Black Thief em Qua Jul 25, 2018 11:16 pm

RASGA-GARGANTAS:
FÚRIA: 7/7
GNOSE: 5/5
FORÇA DE VONTADE: 4/4

VITALIDADE: FERIDO GRAVEMENTE AGRAVADO (-2)



Os rosnados gestos, franzidas de focinhos curtos emitiam uma comunicação selvagem que todos os lobos ao redor prestavam atenção e à medida que Rasga-Gargantas comunicava-se ferozmente com os demais, os mesmos soltavam rosnados e rugidos de Fúria, em grande parte favoráveis à Rasga-Gargantas, sendo bem receptivos à uma vingança. Chama-Esmagadora erguia as orelhas à medida que o Garou emitia leves rosnados, fungadas e ranger de dentes, o mais experiente rugia em fúria na cara de Rasga-Gargantas, mas aquilo era apenas uma forma selvagem de comunicar-se que também era favorável ao Garou recém-chegado apesar de sua postura inicial. Chama-Esmagadora rondava Rasga-Gargantas com leves rosnados ferinos, ele farejava as feridas e se atentava à corrosão de prata em sua carne bem de perto, ele estava notando e reconhecendo que Rasga-Gargantas esteve em desvantagem contra o inimigo. Depois de evidenciar e farejar rente às feridas do Garou, Chama-Esmagadora soltou mais um grande rugido depois uma bufada forte e rápida, ele olhou para os lobos caídos e olhou para o chão, em seguida virou-se para uma direção acompanhando Rasga-Gargantas com os olhos, um rugido feroz na direção que ele havia se virado e isso tudo indicava que era para ser seguido e deixar os lobos mortos no chão aonde estava.

Após Rasga-Gargantas soltar os lobos dois outros lobos em Hispo se aproximavam lentamente com ganidos entristecidos, farejando os companheiros mortos com algum cuidado, isso indicava que os companheiros caídos seriam cuidados por aqueles lobos que os farejavam.

Rasga-Gargantas então seguia Chama-Esmagadora que havia descido às quatro patas e seguia em galope poderoso e rápido por entre os rochedos, passando e pulando por morros até chegarem a uma caverna dentro daquela caverna. Era possível ouvir um som de cachoeira ao fundo daquela caverna, Rasga-Gargantas passava junto com Chama-Esmagadora, que drasticamente diminuía de tamanho devida a estar voltando para a forma lupina, por uma fêmea parente lupina com filhotes mamando em suas tetas. A fêmea dormia em silêncio e eles continuavam só que dessa vez caminhando eles seguiam até o fundo onde haviam três lobos dormindo juntos. Rasga-Gargantas sabia de quem se tratavam. Rosnar-do-Silêncio, um ancião Theurge, Saltadora-Lunar, anciã Ragabash e Ventos-da-Aurora, anciã Phillodox.

Rosnar-do-Silêncio logo notava os garous se aproximando pois erguia seu focinho e suas duas orelhas que apontavam para cima e depois de visualizá-los, para traz. Rosnar-do-Silêncio se levantava e se espreguiçava, seu corpo canídeo tremulava com o espreguiçamento e em silêncio e passos leves ele se aproximava dos dois com um latido baixo e sem esperar qualquer reação o lobo seguia a frente em direção à saída da caverna. Chama-Esmagadora parou por um segundo, refletiu e depois segui Rosnar-do-Silêncio e Rasga-Gargantas também sabia que deveria seguir o lobo mais velho.

Os três lobos voltavam para a entrada da caverna, parecia que Rosnar-do-Silêncio não querer incomodar as fêmeas anciãs nem a parente que amamentava seus filhotes. Na entrada do lado de fora da caverna Rosnar-do-Silêncio lâmbia o focinho e mordida sua coxa esquerda para se coçar, parecia que ele esperava que os dois lhe fizessem entender a que vieram. Chama-Esmagadora ficara em silêncio o que significava que Rasga-Garganta devia se comunicar com o ancião e depois que ele relatava o acontecimento, Rosnar-do-Silêncio emitiu um ganido triste e abaixou sua cabeça e suas orelhas olhando os dois lupinos de baixo, ele então se aproximou de Rasga-Garantas e farejou suas feridas de perto, mostrando notar e se importar com elas e logo em seguida ele ergueu um rosnado exibindo seus grandes e afiados dentes, dera seis latidos ferozes em direção à Rasga-Gargantas como se o estivesse incentivando a ter raiva. Logo, ele se virava e começava a correr em direção à saída do Caern e logo 3 outros garous lupinos se aproximaram correndo em latidos, Chama-Esmagadora também entrou no embalo, começou a latir ferozmente e disparou atrás do ancião e dos três outros Garou. Rasga-Gargantas sabia que o ancião queria ver a passagem e o refúgio grande e rochoso que atirava as lanças de prata que Rasga-Gargantas falara.
avatar
Black Thief

Mensagens : 118
Data de inscrição : 24/03/2017
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Black Thief em Qua Jul 25, 2018 11:32 pm

ADRIEN DILERMANDO:
FÚRIA: 4/4
GNOSE: 1/1
FORÇA DE VONTADE: 4/4

VITALIDADE: OK


Adrien escreveu:- Uma lista, tu disseste? E creio que meu nome esteja nela, correto? Bem, não virarei as costas à uma convocação tão importante. Estarei pronto para partir em cerca de duas horas. Mas devo ir diretamente ao Caern da Água Corrente encontrar este Guardião-do-Amanhecer, ou prefere que eu a acompanhe enquanto busca todos os garous da lista para então irmos todos juntos para lá?

Após Adrien terminar de falar já podia notar que Águia-do-Deserto-Cinza já havia comido metade da tigela com frutas e bebido completamente o jarro de água. Ela respondia após poucos segundos de respiração pela comilança rápida.

- De forma alguma! Deves seguir caminho, precisarão de todos que puderem de prontemão. Eu devo partir, logo, assim que terminar a refeição ofertada, fico grata por ela e pela bebida! Tem mais comida e bebida que possa levar comigo para a viagem? Se não houver não há problema, há mercadores de quem posso roubar.

Logo após a resposta de Adrien, o jovem logo partia para arrumar suas coisas e instruir Cloud sobre o que precisava que ele fizesse, mas antes que Adrien terminasse de instruí-lo, uma voz muito bem conhecida era ouvida se aproximando.

Marguerite: Adrien!!! Adrien!!!

Marguerite chegava dos fundos e pela cara de Cloud, parecia que ele esperava e temia por isso.

Marguerite:

Marguerite: - Adrien, quem é aquela mulher em mantos que viera para vê-lo em teus aposentos? Uma meretriz? Estas profanando a morada da tua família com mulheres adulteras????

Águia-do-Deserto-Cinza ainda estava no cômodo terminando de comer o restante das frutas da tigela.
avatar
Black Thief

Mensagens : 118
Data de inscrição : 24/03/2017
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Krauzer em Seg Jul 30, 2018 1:34 pm

Os diálogos transcorriam através de rosnados e gestos corporais. Após isso, Rasga-Gargantas segue Chama-Esmagadora para outra caverna. Eles passam para a forma lupina no caminho. Lá haviam mais lobos, parentes e três outros Garou. Era a deixa para Rasga-Gargantas se comunicar.

O Garra Vermelha vinha á frente do ancião, e com leves ganidos enquanto ambos farejavam um ao outro, ele lhe contava a mesma história que disse a Chama-Esmagadora. O ancião se mostrou triste e enfurecido, e transmitia esse sentimento a Rasga-Gargantas com latidos mais altos, em seguida corria para a boca da caverna, sendo seguido pelos demais. Rasga-Gargantas também o seguiu.

Ele queria ver a passagem, e o jovem lupino tenta correr ao seu lado, dando um leve latido, indicando que lhes mostraria o caminho, mas precisariam estar preparados.

Ainda ferido, Rasga-Gargantas corre em frente ao grupo, soltando um uivo como que invocando quem mais nas cavernas adjacentes quisesse acompanha-los. Fora da caverna, ele assumia a forma de Hispo e corria pela mata, refazendo o caminho tortuoso que ceifou a vida de seus irmãos, até alcançar uma distância segura, onde pudessem ver o castelo de longe.
avatar
Krauzer

Mensagens : 45
Data de inscrição : 26/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Black Thief em Dom Ago 05, 2018 10:14 pm

RASGA-GARGANTAS:
FÚRIA: 7/7
GNOSE: 5/5
FORÇA DE VONTADE: 4/4

VITALIDADE: FERIDO GRAVEMENTE AGRAVADO (-2)


A matilha de lobos seguia correndo e trotando pelas cavernas passando e latindo, o inicio dos latidos de Rasga-Gargantas para chamar mais lobos que quisessem ir com eles fez-se suceder com que Chama_Esmagadora e Rosnar-do-Silêncio também latissem ao caminho da corrida cavernosa. Lobos que ouviam os latidos e viam os outros lobos latirem e seguirem logo se levantavam e começavam a rosnar e latir, disparavam acompanhando o bando e logo, cerca de um grande bando de lobos se juntavam e saíam da Caverna.

Passando pelas planices e regiões de grama acinzentada e semi-morta de uma floresta mal assombrada e obscura, os Lupinos começavam a crescer de tamanho no meio da corrida, todos se transformando e ferozes e aterrorizantes Hispos. Qualquer um que estivesse próximo da região tremeria de medo ao ouvir uivos melancôlicos e rugidos de lobos monstruosos percorrendo os bosques assombrados. Rasga-Gargantas, Chama-Esmagadora e Rosnar-do-Silêncio eram os três da dianteira enquanto vários outros lobos viam logo atrás, todos rosnando enfurecidos loucos para dilacerar carne de seus inimigos com suas presas ferinas.

Rasga-Gargantas guiava a matilha por entre árvores e rochas, eles passavam pelo Canyon onde sangue Garou fora derramado, alguns lobos rosnaram e uivaram ao passar por aquele local e ver o sangue da família derramado no chão de terra. Até que finalmente Rasga-Gargantas passava por entre mais um pequeno bosque até conseguir ver ao fundo o grande esconderijo de pedra e metal que eram as fortalezas dos vampiros. Ele via o vasto campo rochoso mas não via o corpo de seus amigos caídos, nem mesmo as lanças de prata gigantes.
avatar
Black Thief

Mensagens : 118
Data de inscrição : 24/03/2017
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Black Thief em Dom Ago 05, 2018 11:43 pm

BRAVA CANÇÃO DE BATALHA:
FÚRIA: 5/5
GNOSE: 2/2
FORÇA DE VONTADE: 6/6

VITALIDADE: ok


Amora não havia conseguido carona para aquela longa viagem, era um costume muito normal que as pessoas a olhassem torto e passassem muitas vezes a cochichar sobre ela, sua Fúria era algo que espantava as pessoas, elas inconscientemente sabiam que Amora era algum tipo de monstro, mas ninguém nunca podia provar nada, ainda assim, era bom evitar as cidades por isso, pessoas falam, pessoas temem e quando ela mal pode perceber está sendo vigiada pela igreja e com muito azar pode se deparar com alguém realmente "abençoado por Deus" e aí... Até qualquer guerreiro de Gaia poderia estar em problemas. O Impergium deixou marcas, e os humanos podem ter esquecido, mas ainda sonham com ele.

Por mais que tivesse utilizado uma Ponte da Lua para chegar dos ermos de Amiéns até metade da rota entre Saint Denis e Chantilly, a cidade grande mais próxima de Versailles, a pé era algo muito incômodo, cansativo e demorado... Ela teve que avançar pelas florestas como um lobo e percorrido as matas e seguindo o fluxo do riacho até chegar no Rio Sena.

"A noite é escura e cheia de Horrores", dizia seu velho e falecido pai doente, toda vez que ele dizia para Amora nunca sair de casa em meio à escuridão. Na escuridão da mata haviam coisas temidas pelos Homens, mas para um homem de fé e sensato como seu pai fora, tudo parecia menos sombrio, até o dia de seu falecimento. Na época, Amora entendia muito bem o que ele queria dizer, agora ela sabia que ele estava enganado, a noite era muito mais escura e cheia de horrores que seu próprio pai jamais poderia imaginar. Ficou ainda mais sombria quando Amora recebeu uma mensagem ruím de Coruja-da-Arábia.

Coruja-da-Arábia:

Coruja-da-Arábia era um Athro Ragabash dos Peregrinos-Silenciosos que estava em uma missão de encontrar o maior número de Garous possíveis para convocá-los até o Caern Água-Corrente que ficava próximo de Saint Denis. Segundo Coruja-da-Arábia, a quase um ano o Caern Lua de William nos arredores de Versailles que era governado pela seita dos Lycans caiu, ou melhor... Os Lycans caíram. Os Sanguessugas dominam os arredores da região e precisam com urgência reunir o máximo de Garous possível para uma cruzada a fim de manter aquele Caern seguro e limpar a área da infestação dos Vampiros. Amora lembrava-se bem do juramento que Brava Canção de Batalha fez quando decidira assumir o manto dos Garou de uma vez por todas e dar propósito com isso em sua vida como uma Fenris. Sem pestanejar, Amora aceitou a convocação e Coruja-da-Arábia seguiu seu rumo para convocar mais guerreiros de Gaia para a cruzada.

Amora havia recebido a descrição do Caern Água Corrente, era um aglomerado de florestas muito altas que por ele passava a grande correnteza do Rio Sena, era o trecho onde a correnteza era visivelmente mais forte. Seu interior se assimilava a um pântano, e com os olhos de lobo, às margens do Rio Sena, ao lado do Bosque, ela podia ver uma profunda escuridão entre a floresta. Ela havia percorrido um pouco das margens do Rio Sena e agora via a correnteza ficar mais poderosa e acelerada, Amora sabia que tinha chegado, mas a priori, na entrada do bosque/pântano, ela não via nenhuma alma viva, muito pelo contrário, estava tudo muito silencioso e tranquilo com o céu completamente coberto por nuvens.
avatar
Black Thief

Mensagens : 118
Data de inscrição : 24/03/2017
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Alexyus em Qua Ago 08, 2018 11:52 am

- De forma alguma! Deves seguir caminho, precisarão de todos que puderem de prontemão. Eu devo partir, logo, assim que terminar a refeição ofertada, fico grata por ela e pela bebida! Tem mais comida e bebida que possa levar comigo para a viagem? Se não houver não há problema, há mercadores de quem posso roubar.

Com rapidez, Dilermando arranjou provisões em quantidade decente que Águia-do-Deserto-Cinza pudesse levar em sua jornada.

Adrien não tinha muitos pertences que considerasse necessários na viagem. Logo encontrou seu lorde irmão para orientar-lhe, mas...

Marguerite: Adrien!!! Adrien!!!

Marguerite chegava dos fundos e pela cara de Cloud, parecia que ele esperava e temia por isso.

Marguerite: - Adrien, quem é aquela mulher em mantos que viera para vê-lo em teus aposentos? Uma meretriz? Estas profanando a morada da tua família com mulheres adulteras????

A expressão nos rosto de Adrien espelhou a que ele via na face de Cloud.

Virou-se para a senhora doa castelo e acenou com a cabeça à guisa de cumprimento, falando calma e serenamente:

- Acalma-te, Lady Marguerite! Não é assim como pensas. Esta donzela é uma mensageira de Versalhes que veio trazer-me uma santa convocação urgente. Ao alimentá-la, estou exercitando nossa caridade cristã, pela qual eu tenho certeza que ela rezará em gratidão pela saúde de seus generosos anfitriões.

Separando os livros que poderiam ser úteis, Adrien continuou:

- Antes de vossa chegada, estava instruindo teu distinto marido a como receber adequadamente o duque e sua família, quando estes aqui vierem, mas com tua augusta presença, creio ter achado a pessoa mais capaz para tal tarefa. Acredito firmemente que sejas mais do que qualificada para oferecer um banquete exemplar aos meus convidados, mesmo que minha ausÊncia se faça infelizmente necessária. Posso confiar em ti para isso, LAdy Marguerite?

O nome garou Fala-com-Franqueza era merecido, pois a sinceridade e honestidade eram princípios fundamentais do caráter de Adrien, mas ele era habilidoso demais para confrontar abertamente quem tinha disposição antagônica. Palavras bem colocadas eram uma arma muito mais efetiva quando se lidava com nobres.

Assim que tinha seus pertences preparados, Dilermando disse à Marqguerite:

- Tenho de partir imediatamente, Lady Marguerite. Com vossa permissão, me despedirei de vossas crianças e lhes passarei lições para serem praticadas até a minha volta. Até a vista, meus prezados irmão e cunhada!
avatar
Alexyus

Mensagens : 500
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Krauzer em Qui Ago 09, 2018 3:19 pm

O bando de lobos refazia o caminho pela floresta. Rasga-Gargantas tentava ignorar suas feridas ainda não cicatrizadas dos ferimentos do vil metal. Durante a corrida, eles assumem a forma de Hispo, e a mata se via cheia de monstruosos lobos correndo pela noite.

Eles podiam ver de longe os imensos portões, mas os corpos de seus companheiros caídos haviam sido retirados, bem como as armas de prata. Que tipo de profanação eles estariam fazendo com os cadáveres dos lobos?!

Rasga-Gargantas então se adianta à frente do grupo e grunhe para que o ouçam. Ele olha para as muralhas e vira-se para os Garou, olha para a lua e uiva, esperando que o grupo faça o mesmo, como que uma ode aos caídos na batalha. Então ele cheira suas feridas e as lambe, mostrando que estava ferido demais para atacar agora, então caminha entre seus companheiros lupinos de volta para a floresta, vira-se para eles solta um novo uivo e segue de volta para a caverna. A intenção era simples, eles já conheciam o local, agora deveriam bolar um bom plano antes de atacarem.
avatar
Krauzer

Mensagens : 45
Data de inscrição : 26/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Black Thief em Dom Ago 12, 2018 6:50 pm

FALA COM FRANQUEZA:
FÚRIA: 4/4
GNOSE: 1/1
FORÇA DE VONTADE: 4/4

VITALIDADE: OK


Adrien escreveu:- Acalma-te, Lady Marguerite! Não é assim como pensas. Esta donzela é uma mensageira de Versalhes que veio trazer-me uma santa convocação urgente. Ao alimentá-la, estou exercitando nossa caridade cristã, pela qual eu tenho certeza que ela rezará em gratidão pela saúde de seus generosos anfitriões. Antes de vossa chegada, estava instruindo teu distinto marido a como receber adequadamente o duque e sua família, quando estes aqui vierem, mas com tua augusta presença, creio ter achado a pessoa mais capaz para tal tarefa. Acredito firmemente que sejas mais do que qualificada para oferecer um banquete exemplar aos meus convidados, mesmo que minha ausÊncia se faça infelizmente necessária. Posso confiar em ti para isso, LAdy Marguerite?

Lady Marguerite observava Adrien a falar, aos poucos o semblante severo da Lady parecia querer ceder, mas, uma teimosia característica de sua cunhada já lhe era de conhecimento de que, mesmo que ela estivesse de alguma forma errada, não iria querer mostrar humildade, e apenas diz tentando, desajeitadamente, manter o tom imperativo no ambiente.

- Bom... Bem... De fato, és mais sábio que minha pessoa, que tem mais tato social que meu estimado marido, cuide de tal evento importante.

Adrien escreveu:- Tenho de partir imediatamente, Lady Marguerite. Com vossa permissão, me despedirei de vossas crianças e lhes passarei lições para serem praticadas até a minha volta. Até a vista, meus prezados irmão e cunhada!

Lady Marguerite erguia o queixo e dizia:

- Pois bem, vá despedir-se dos pequenos, e que o Senhor guie teu caminho, Cunhado.

Quando Adrien seguia para partir aos aposentos das crianças para se despedir, Lady Marguerite complementa.

- Ah sim, e não esqueças de tirar aquela estranha mulher de nossa moradia de forma discreta apenas DEPOIS de despedir-se das crianças. Não precisamos de ninguém a nos mal dizer por tal figura suspeita em nosso teto.

Assim, Lady Marguerite saía do salão principal, Águia-do-Deserto-Cinza ainda estava em seus aposentos terminando a refeição, e Cloud dizia antes de ele sair para cumprimentar os garotos e partir:

- Meu irmão, como um nato galanteador, devo lhe aconselhar... Procure a jovem desta manhã e despeça-se dela escondido dos pais, antes de partir para fora de Firenze.
avatar
Black Thief

Mensagens : 118
Data de inscrição : 24/03/2017
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Black Thief em Dom Ago 12, 2018 7:29 pm

RASGA-GARGANTAS:
FÚRIA: 7/7
GNOSE: 5/5
FORÇA DE VONTADE: 4/4

VITALIDADE: FERIDO GRAVEMENTE AGRAVADO (-2)


Haviam muitos lobos na divisão daquela floresta e o grande campo rochoso. Todos eles rosnavam para aquela grande fortaleza rochosa a quilômetros de distância. Logo, Rasga-gargantas se posicionava diante da grande alcatéia e comunicava e inspirava aos lobos. Quando ele uivou para Lua, de dois em dois lobos também ergueram seus uivos e ao findar de seu discurso, todos começaram a latir insessantemente. Latidos e rosnados monstruosos preencheram toda a floresta e logo todos os uivos dos lobos eram acompanhados pelo uivo principal de rasga-Gargantas que conseguia atingir e atiçar a Fúria de cada um dos Lobos. A partir daquele momento, o Cliath sabia que a ele estava se abrindo a oportunidade para comandar todo aquele assalto e guiar seus companheiros para a vingança.

OFF:
Agora nós entraremos em um momento de Skip Scene, Rasga-Gargantas precisará ficar 1 dia sem se esforçar para cada nível de dano agravado que ele tem. Nesse tempo pode declarar, de forma breve e direta, tudo o que ele pretende arrumar nesses dois dias. Ele sabe que agora ele assumia a responsabilidade do Caern de fazer a liderança e ser o Alfa da primeira matilha do seu plano de invasão, naturalmente seria auxiliado pelos outros Garras de posto mais alto, mas até que ele mostre algum erro visível em seu plano e algum de posto mais alto interfira, ele é o alfa do planejamento.
Rolagem:
Rasga-Gargantas rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 5 para Carisma + Liderança e obteve: 6 7 9
Rasga-Gargantas obteve 3 sucessos!
avatar
Black Thief

Mensagens : 118
Data de inscrição : 24/03/2017
Idade : 24

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Krauzer em Sex Ago 17, 2018 1:34 pm

Rasga-Gargantas conseguia a atenção da maior parte dos lobos do local. Com esta força em seu comando, poderia realizar um ataque devastador à fortaleza, mas ainda seria necessário uma boa estratégia.

OFF: Apenas para constar, quantos Garou exatamente ele teria sob seu comando? Na estratégia abaixo levarei em conta que são aproximadamente 20.

***

Rasga-Gargantas descansa na caverna por algumas noites até que esteja recuperado de seus ferimentos. Neste tempo ele bola um plano de ataque com o auxílio de outros membros de sua confiança.

Enquanto ele se recuperava, pediu que um pequeno destacamento (cerca de 5 ou 6 lobos) vigiassem furtivamente a rota utilizada pelos cadáveres e a entrada de seu refúgio. Era importante que não fossem vistos, e de preferência evitassem um combate, a não ser que a situação fosse muito favorável. A missão principal do destacamento era lhe trazer informações dos movimentos dos mortos-vivos enquanto se recuperava.

Assim que estivesse recuperado, o próprio Rasga-Gargantas colocaria em prática seu plano. Dos 20 lobos presentes, 5 ficariam na caverna para protegê-la, outros 7, liderados por Chama-Esmagadora ficariam de tocaia, escondidos na rota pela mata utilizada pelos inimigos, esperando que outro grupo de sangue-sugas passasse pela rota. O grupo de Chama-Esmagadora os perseguiria até próximo ao estreito Canyon, onde Rasga-Gargantas e outros 7 membros da alcateia os esperaria. Os dois grupos então cercariam e atacariam com selvageria máxima os cadáveres. Caso o grupo de inimigos for excessivamente numeroso ou algo der errado, Chama-Esmagadora deveria lançar um uivo alto, avisando o grupo de Rasga-Gargantas para abortarem a missão logo no início.

Esse era apenas um aquecimento para um futuro ataque à fortaleza. O ataque serviria para diminuir os números do inimigo antes do ataque final, bem como um treinamento para saber o que iriam enfrentar no covil dos inimigos.
avatar
Krauzer

Mensagens : 45
Data de inscrição : 26/12/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Alexyus Ontem à(s) 9:40 pm

Adrien sorriu interiormente depois da partida de Marguerite, satisfeito com sua habilidade em manobrar sua cunhada.

Como bom tutor, Dilermando já tinha um plano de estudos preparado, de modo que as lições que deveria dar aos sobrinhos já estavam articuladas de antemão. Alexander, Ezio, Giovanna, Mariza e Bianca não ficariam prejudicados com sua ausência. Ele já estava prestes a sair à procura deles quando Cloud ofereceu-lhe um conselho:

- Meu irmão, como um nato galanteador, devo lhe aconselhar... Procure a jovem desta manhã e despeça-se dela escondido dos pais, antes de partir para fora de Firenze.

O Filho de Gaia sorriu abertamente.

- Uma excelente sugestão, meu nobre irmão! Certamente farei isso sem demora!

O galliard era bastante indolente, então qualquer sugestão que adiasse um esforço vigoroso como a viagem que empreenderia era bem visto por ele. Adicionalmente, a chance de cortejar secretamente uma jovem e bela dama era um acréscimo valioso.

Com seus preparativos feitos, Adrien foi despedir-se dos sobrinhos, as belas crianças que ele tutelava com tanto amor e carinho. Ele sempre se continha para manter a compostura, mas era quase impossível disfarçar seu afeto por aqueles jovens parentes. Seria saudoso passar tanto tempo longe deles, mas as memórias de seus sorrisos seriam motivações para seu empenho em resolver a missão e retornar logo.

Com suas despedidas feitas, Adrien retornaria a seus aposentos para encontrar Águia-do-Deserto-Cinza.

- Precisamos sair discretamente, irmã. Eu sugeriria percorrermos atalhos usando o espelho que tenho aqui e tomarmos nossos caminhos através da Penumbra. Está pronta para partir?

Tendo dado a devida escapada à garou dos olhos curiosos, Adrien seguiria na direção da morada do Duque Herold. Espionar através da Película seria a primeira estratégia dele para tentar localizar Annabelle e procurar o melhor momento para abordá-la sozinha em particular.
avatar
Alexyus

Mensagens : 500
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Underworld - Rise of the Lycans

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum