A Casa da Morte

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:31 am

Cetza escreveu:Ao entrar naquela parte do ovil, a loba se deparava com um sonho… muita comida farta e fácil, sem pensar duas vezes a loba se dirigia às prateleiras baixas quando sentia o cheiro de carne suína, ela se lembrava daqueles rolinhos de carne macia que os duas patas lhe davam (salsicha). A loba comia aquela carne com gosto. " Achei o cheiro do filhote... humm comida... fome... "

A comida não estava tão gostosa quanto parecia. Na verdade era um tanto insípida e com uma consistência meio murcha. Mas serviu para matar-lhe a fome.


Cetza escreveu:Após comer Eyota começava a farejar quando notava a portinhola […], ela ia até ela cheirando tudo em volta


Rolagem:
Eyota rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 4 para Farejar e obteve: 9 4 2 2 3
Eyota obteve 2 sucessos!

Eyota sentiu cheiro de Ronan na portinhola.


Alexyus escreveu:- É, não tem nada aqui! Vamos pela escada então!

E já se virou para o caminho de volta para procurar logo o irmão.


miltonvisiak escreveu:Ei, espera um pouco, eu e o lobo notamos um portinha aqui, e ele esta farejando algo tambem, vamos seguir por ali ?
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:32 am

A comida não tinha um gosto bom, mas servia para matar-lhe a fome, a loba mastigava aquela comida de consistência estranha e logo optava por engoli-la o mais rápido possível..Já saciada ela farejava tudo ao redor e novamente sentia o cheiro do filhote, porém notava que um dos filhotes com cheiro de lobo parecia voltar... então Eyota começava a ganir e a arranhar a portinhola incessantemente

" Filhote aqui! Não é por aqui!!!! "

Eyota começava começava a pular para chamar a atenção enquanto tentava arranhar a portinha de madeira, a cada salto a loba gania mais alto querendo chamar a atenção dos filhotes.
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:33 am

" Filhote aqui! Não é por aqui!!!! "

Eyota começava começava a pular para chamar a atenção enquanto tentava arranhar a portinha de madeira, a cada salto a loba gania mais alto querendo chamar a atenção dos filhotes.


Anton viu como o lobo pulava e tentava mostrar, que tinha farejado alguma coisa ali.

Ei, parece que o lobo farejou alguma coisa aqui.
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:34 am

Eyota saltava e arranhava a portinhola, tentando mostrar que havia sentido o cheiro de Ronan ali.

Anton esperava que Alex tomasse alguma atitude, mas isto não ocorreu.

Enquanto a situação não se resolvia, outro grito abafado se ouviu.

Rolagem:
Alex rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Manobra Especial e obteve: 1 7 3
Que pena, Alex não obteve sucesso!

Anton rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Manobra Especial e obteve: 3 2 4 10
Anton obteve 1 sucesso!

Eyota rolou 5 dados de 10 lados com dificuldade 4 para Manobra Especial e obteve: 6 4 5 4 7
Eyota obteve 5 sucessos!

Alex não percebeu nada. Para Anton não foi diferente do outro grito, a voz abafada de um garoto soando como se estivesse dentro das paredes.

Eyota, porém, percebeu que o grito tinha sido acompanhado de um salto e que os sons pareciam vir de algum lugar mais próximo à entrada da casa. Não no mesmo nível em que estavam, a voz parecia sufocada demais para isso. O grito soara como se estivesse saindo do interior de uma caverna. Ronan estava abaixo deles, sentiu a loba.
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:35 am

Alex ainda não estava entendendo nada do que estava acontecendo naquela casa.

"Onde o Ronan se meteu?"

Ei, parece que o lobo farejou alguma coisa aqui.

- Só tem uma parede aí, lobinha! O Ronan deve ter subido as escadas! Vamos lá pra cima!

E assim dizendo, Alexander se encaminhou para a porta de volta ao hall.
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:35 am

Eyota, porém, percebeu que o grito tinha sido acompanhado de um salto e que os sons pareciam vir de algum lugar mais próximo à entrada da casa. Não no mesmo nível em que estavam, a voz parecia sufocada demais para isso. O grito soara como se estivesse saindo do interior de uma caverna. Ronan estava abaixo deles, sentiu a loba.

Eyota ouvia o som do filhote perdido, aquilo só a deixava mais nervosa pois sentia que o filhote podia estar passando pelo mesmo que ela.. de ser arranca de sua alcateia. Eyota começou a ganir baixo e nervosamente, ela mantinha o focinho no chão enquanto andava de um lado para o outro procurando o rastro do menino sobre o assoalho. A loba sentia o cheiro de lobo do menino vindo da entrada da casa e disparou naquela direção e só parou quando sentiu o cheiro do filhote bem abaixo dela, Eyota começou a arranhar o piso com suas patas enquanto gania para os dois filhotes

" FILHOTE TE ACHEI! "
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:36 am

Anton ouviu outro grito abafado, e via que agora a loba partia em direção a entrada da casa.Com isso ja correu logo atras dela e viu que ela arranhava o piso em baixo deles.

Pelo jeito ela esta mostrando que ele esta aqui em baixo.Vou procurar alguma porta que de para descer.

Vou procurar alguma porta, para poder descer.Ei garoto pelo olha a loba mostrando que o outro menino parece estar embaixo de nós, eu escutei outro grito abafado.Vamos da uma ajuda para encontrarmos a entrada do porão.
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:36 am

Alexander deixava a cozinha em direção ao hall. quando percebeu que a loba estava agitada.


Cetza escreveu:Eyota ouvia o som do filhote perdido (…) começou a ganir baixo e nervosamente, ela mantinha o focinho no chão enquanto andava de um lado para o outro procurando o rastro do menino sobre o assoalho.


O cheiro do ambiente não se havia alterado. O odor de Ronan continuava disperso por aquela parte da casa como se ele tivesse corrido por tudo durante o breve tempo que esteve ali antes de desaparecer. No entanto, certamente Ronan também deixara um rastro que coincidia com a direção de onde vinha grito escutado por Eyota e Anton.


Cetza escreveu:Eyota começou a arranhar o piso com suas patas enquanto gania para os dois filhotes


miltonvisiak escreveu:Anton ouviu outro grito abafado, e via que agora a loba partia em direção a entrada da casa.Com isso ja correu logo atras dela e viu que ela arranhava o piso em baixo deles.

Pelo jeito ela esta mostrando que ele esta aqui em baixo.Vou procurar alguma porta que de para descer.
(…)
- Ei garoto pelo olha a loba mostrando que o outro menino parece estar embaixo de nós, eu escutei outro grito abafado.Vamos da uma ajuda para encontrarmos a entrada do porão.


Após avisar Alex, Anton começou a procurar uma porta que levasse para baixo. No hall não havia outras portas além daquelas que eles tinham visto ao entrar na casa.

Enquanto isso, Eyota percebeu que a porta paralela à de entrada estava só encostada. Daquele cômodo vinha o cheiro de Ronan mas também outros odores muito estranhos. Vagos cheiros de pelos de animais misturados a produtos químicos fortes e madeira, que despertavam um medo instintivo na loba. Ao mesmo tempo, aquele era o local mais próximo de onde tinha sido emitido o grito de Roana.
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:38 am

.- Ei garoto pelo olha a loba mostrando que o outro menino parece estar embaixo de nós, eu escutei outro grito abafado.Vamos da uma ajuda para encontrarmos a entrada do porão

Alex virou-se rápido:

- Não me chame de garoto! Meu nome é Alexander Willians! E é o meu irmão que eu tô procurando! Essa loba consegue achar ele?

Antes mesmo de terminar de falar, Alex já estava batendo na parede e no chão, procurando uma passagem para baixo.
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:38 am

Enquanto isso, Eyota percebeu que a porta paralela à de entrada estava só encostada. Daquele cômodo vinha o cheiro de Ronan mas também outros odores muito estranhos. Vagos cheiros de pelos de animais misturados a produtos químicos fortes e madeira, que despertavam um medo instintivo na loba. Ao mesmo tempo, aquele era o local mais próximo de onde tinha sido emitido o grito de Roana.

Os cheiro do filhote deixava Eyota confusa, ele vinha de cada canto do covil dos Duas-Patas. A disposição do ambiente lhe era não natural e a confundia bastante, quando ela pegava um rastro... era do filhote perdido porém de outras coisas mais... pelos de animais diversos e outros odores estranhos que lhe eram estranhos e que lhe incomodava ao nariz. Eyota arriava as arelhas para atrás, estava com medo daquele cômodo, a lobinha caminhava cautelosamente com o robo entre as patas em direção à porta que tinha visto, ela hesitava devido ao medo parando diante dela.

" Filhote... cheiros de presas.. predadores... coisas...medo"
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:42 am

Anton procurava alguma passagem, quando o menino falou com ele.

Alex virou-se rápido:

- Não me chame de garoto! Meu nome é Alexander Willians! E é o meu irmão que eu tô procurando! Essa loba consegue achar ele?

Ta, ta bom Alexander.Vamos procurar seu irmão então e sim parece que a loba esta sentindo o cheiro dele e tentando nos mostrar a direção, vamos prestar atenção no gestos dela antes de fazer qualquer coisa.
Com isso, Anton viu o lobo fazendo gestos de novo e desça vez parecia mais apreensivo.Anton falou baixinho: Alexander olha pra la.Apontou com o dedo pra onde a loba estava indo.

Eyota arriava as arelhas para atrás, estava com medo daquele cômodo, a lobinha caminhava cautelosamente com o robo entre as patas em direção à porta que tinha visto, ela hesitava devido ao medo parando diante dela.

Anton seguiu o lobo e foi na frente para abrir a porta com cuidado e ver o que tinha la.
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:43 am

Alex e Anton procuraram passagens pelo hall mas não encontraram nada. Nem um alçapão escondido, nem um tijolo deslocado na lareira, nem um falso degrau na escada. Nada. Não havia uma passagem ali.

Então eles viram Eyota parada diante da porta paralela à de entrada com as orelhas para trás e o rabo entre as pernas. Dava para sentir que queria entrar mas tinha medo.

Anton adiantou-se abriu a porta com cuidado.

Mesmo sendo dia, o cômodo estava semipenumbroso. A luz da porta aberta iluminou a lateral de armário de madeira e, ao fundo, uma mesa de jogos com quatro cadeiras a seu redor e um lustre acima. A mobília era de estilo antigo ma bem conservada. Toda a sala estava revestida de placas de madeira e na parede ao fundo havia duas janelas compridas com cortinas. O que lhes chamou a atenção foi a grotesca figura de um lobo à esquerda da mesa!

Eyota identificou o cheiro de pelos e químicos. Estava morto! Podia ver seus olhos vidrados e seu nariz seco e ele não cheirava a lobo vivo. Não se movia mas estava em pé e mostrando os dentes! Era um lobo e, ao mesmo tempo, um daqueles objetos estranhos com que os humanos enchiam suas tocas.

Anton e Alex entenderam que era um lobo empalhado. Havia outro à esquerda da porta. De fato, ao todo eram três lobos empalhados, distribuídos pela sala. Formavam um conjunto grotesco e assustador, ainda mais se comparados à lobinha pulsante de vida que tinham junto a eles.

spoiler:

Na parede esquerda do cômodo havia uma lareira e acima dela estava a cabeça empalhada de um cervo. Duas poltronas revestidas de peles de animais estavam lado a lado diante da lareira e entre elas havia uma mesinha de carvalho. Sobre esta mesa, um barrilzinho de bebida, provavelmente vinho pela cor das manchas sobre ela, dois cálices de madeira entalhada, um cachimbo e um candelabro.  

Na parede adjacente à porta, entre dois dos lobos empalhados, se achava outro armário de madeira.

De Ronan nem sinal, mas Eyota estava certa de que ele estava em algum lugar debaixo do piso desta sala.


(fucem, descrevendo que objetos estão tocando ou investigando)
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:44 am

Alex tomou um​ susto com os lobos empalhados.

''Como são feios! Esses olhos esbugalhados, essas bocas com esses sorrisos estranhos! Que casa mais maluca!

Alex foi fuçar no armário, se não estivesse trancado. Também ia dar uma olhada na mesa e no vinho, pra ver se tinha alguém naquela casa.

Mas não estava vendo nenhuma pista de Ronan. Só se houvesse alguma passagem secreta para baixo naquela sala.
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:44 am

Eyota seguia por ultimo, a sala lhe dava medo pois estava escura e fedia bastante... com passos lentos e hesitantes a loba seguia os jovens filhotes de Duas-patas que tinham cheiro de lobo. A lobinha ficava estatelada diante dos lobos sem vida, por um momento quase que solene, ela se aproximou e e começou a tocá em seus rostos com a pata.. em cada um deles a loba soltava um ganido choroso prestando uma última homenagem àqueles lobos... que nem na morte podiam descansar.

-- aUUUUUUUUUuuuuuuuu!

Eyota prestava as últimas homenagens aos lobos mortos, não conseguia entender o porquê deles terem sido mortos, mas agora ela tinha que encontrar o filhote perdido... os Dois Duas-patas não conseguiam sentir o rastro dele... e cabia a ela encontrá-lo... Eyota farejava o assoalho de madeira, sentia o cheiro dele... mas não tinha como chegar até ele. A loba farejava o chão chegando até as poltronas ela farejava o assento delas imaginando encontrar o cheiro daqueles que mataram os lobos, infelizmente o vinho e o cachimbo fediam demais para o nariz sensível de Eyota...  
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:45 am

Ao entrar no comodo, Anton levou um susto com aquelas lobos empalhados, eram muito feios e logo escotou o comentario do Alex.

''Como são feios! Esses olhos esbugalhados, essas bocas com esses sorrisos estranhos! Que casa mais maluca!

São mesmo Alex

Anton foi bisbilhotar na lareira e depois no armario entre os dois lobos empalhados pra ver se encontrava alguma pista.
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por GAIA em Sex Mar 31, 2017 10:46 am

Dentro da estranha sala, os garotos investigavam com cautela.

Alex começou pelo armário diante dele. Não estava trancado. Em seu interior, tudo o que ele encontrou foi uma caixinha com um baralho comum e um sortimento de taças de vinho.

Na mesa, a observação dos cálices revelou manchas de um roxo amarronzado impregnadas na madeira.

Rolagem:
Alex rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 6 para Manobra Especial e obteve: 8 4 5
Alex obteve 1 sucesso!

Alex lembrou de um programa de arqueologia que tinha visto na TV e suspeitou que aquelas manchas estavam ali há um tempo incalculável.

Enquanto Alex investigava, Eyota prestou uma singela homenagem aos lobos mortos. O sangue sobrenatural em suas veias impulsionava a lobinha para além de sua condição animal, fazendo-a compreender que era necessário algum tipo de ritual. Ela então uivou comovida, honrando aquelas criaturas cuja morte não compreendia.

Depois começou a farejar o chão, seguindo o rastro de Ronan.

Rolagem:

Eyota rolou 6 dados de 10 lados com dificuldade 4 para Manobra Especial e obteve: 5 1 2 7 9 7
Eyota obteve 3 sucessos!

Chegou até a parede onde estava a lareira. O rastro de Ronan terminava no canto direito, entre uma poltrona e um dos lobos mortos. Simplesmente desaparecia, como se o chão o tivesse tragado.

Nem nas poltronas nem no resto da sala havia outro cheiro humano que não fosse o de Ronan ou os dos garotos que a acompanhavam.

Alex e Anton viram a lobinha farejando intrigada.

Anton era o mais próximo, pois estivera investigando a lareira. Não havia encontrado nada suspeito ali.

O armário entre os dois lobos empalhados era mais interessante. Destinava-se à exposição de algumas armas antigas, que podiam ser vistas através de suas portas envidraçadas.

Anton viu três balestras. Uma grande e pesada, na prateleira de baixo; uma um pouco menor na prateleira do meio e, dando um saltinho, ele conseguiu ver que na prateleira de cima havia uma pequena balestra de mão e os aljaves com as flechas de todas as armas.

O armário estava trancado, porém, e a armação de madeira das portas envidraçadas impediria a retirada das balestras mesmo que os vidros fossem quebrados para esse fim. A fechadura estava a altura do olhos de Anton, podia ver parte do mecanismo. Por ali entraria uma chave grande, pensou.
avatar
GAIA
Admin

Mensagens : 349
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário http://lobisomemrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por Alexyus em Seg Abr 03, 2017 9:36 pm

Alex viu as manchas de vinho antigo, achando tudo muito estranho.

Tomou um tremendo susto com o uivo dá loba, e começou a prestar atenção nela. Viu que ela estava farejando um ponto específico.

- É aí que você acha que o Ronan foi? Então vamos dar um jeito de entrar!

Alex procurou pela sala algum objeto que pudesse usar de lança ou aríete para forçar a passagem pelo piso.

"Gosto cada vez menos desse lugar! Temos que sair daqui rápido!
avatar
Alexyus

Mensagens : 258
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por miltonviziak em Qua Abr 05, 2017 10:22 am

Anton viu aquelas balestras, pareciam perigosas nas mãos erradas.
Com isso viu a loba farejando o lado direito da lareira, parecia ter encontrado alguma pista por ali.
Foi la onde a loba farejou e começou a procurar alguma entranda, ou algum tipo de maçaneta.


É aí que você acha que o Ronan foi? Então vamos dar um jeito de entrar!

Depois de escutar alex falando Anton teve uma idéia.

Pegar um calice e usar para quebrar o vidro do armario, para tentar pegar uma aljaves, para tentar abrir o chão.
avatar
miltonviziak

Mensagens : 44
Data de inscrição : 03/04/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por Cetza em Qua Abr 05, 2017 5:37 pm

Eyota, chegou até a parede onde estava a lareira. O rastro de Ronan terminava no canto direito, entre uma poltrona e um dos lobos mortos. Simplesmente desaparecia, como se o chão o tivesse tragado.
Nem nas poltronas nem no resto da sala havia outro cheiro humano que não fosse o de Ronan ou os dos garotos que a acompanhavam.

Eyora seguia o rastro do filhote de duas patas, ela começava a arranhar o chão ferozmente como se quisesse abrir um buraco nele. "Filhote!! Ele está soterrado! cavar! cavar! Filhote aquente firme!" Eyota começava a ganir nervosamente imaginando que o filhote estivesse soterrado...
avatar
Cetza

Mensagens : 159
Data de inscrição : 25/03/2017
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por Lua em Qui Abr 06, 2017 1:40 pm

- É aí que você acha que o Ronan foi? Então vamos dar um jeito de entrar!

Alex procurou pela sala algum objeto que pudesse usar de lança ou aríete para forçar a passagem pelo piso.

Depois de escutar alex falando Anton teve uma idéia.

Pegar um calice e usar para quebrar o vidro do armario, para tentar pegar uma aljaves, para tentar abrir o chão.

Eyora seguia o rastro do filhote de duas patas, ela começava a arranhar o chão ferozmente como se quisesse abrir um buraco nele.

Alex encontrou entre os objetos de limpeza da lareira uma espécie de gancho e uma pequena pá. Anton subiu em uma cadeira e quebrou a vidraça da porta do armário com um dos cálices de madeira, tendo acesso aos aljaves com flechas.

Com a ajuda desses instrumentos e bastante esforço, conseguiram arrancar algumas tábuas do assoalho, apenas para encontrar a laje de pedra abaixo. Intacta. Nada parecia indicar a existência de uma passagem, alçapão ou algo do gênero.

"A casa não vai te deixar entrar por aí"

Com um sobressalto, Alex sentiu o calor e a voz da fada de seus sonhos em seus ouvidos.

"Este lugar é muito perigoso…" sussurrou ela.

Anton e Eyota não ouviram nada, só viram a expressão de Alex. Mas igualmente sentiram que não havia acesso a Ronan por ali.

Tinham que pensar em outra coisa.
avatar
Lua

Mensagens : 316
Data de inscrição : 06/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por Alexyus em Dom Abr 09, 2017 10:42 pm

Alex estivera teimando naquele caminho até ouvir a voz da fada de fogo falhando com ele. Seu rosto ficou vermelho de calor e vergonha, e ele teve que parar pra pensar de novo.

- Não vamos conseguir nada por aqui,
temos que achar outro caminho! E rápido! Vamos!


Ele foi seguindo o piso até as salas adjacentes, procurando uma entrada.

"Tem que ter uma em algum lugar!!!
avatar
Alexyus

Mensagens : 258
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por Lua em Seg Abr 10, 2017 9:55 am

Off:
Para dar uma acelerada na história, vou contar toda essa saga do Alex como uma única ação.


- Não vamos conseguir nada por aqui, temos que achar outro caminho! E rápido! Vamos!


Dito isso, Alex teve um surto de energia e começou a vasculhar as salas adjacentes com todo o empenho de quem tem o irmãozinho caçula em apuros.

De volta ao hall, examinou a lareira de mármore negro sem encontrar nada de útil. Na parede acima dela havia uma espada longa, com a imagem de um moínho de vento incrustada na empunhadura. Todas as paredes de madeira da sala traziam painéis decorativos entalhados com fuguras de vinhas, flores, mulheres e homens, estes últimos com patas de bode e pequenos chifres.

Rolagem:
Alex rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 5 para Manobra Especial e obteve: 1 8 9
Alex obteve 1 sucesso!

Inspecionando de perto os painéis em busca de uma passagem secreta, Alex notou que entre as figuras entalhadas também havia crânios e serpentes.

Não encontrando mais nada, passou abriu as quatro portas que eles tinham visto anteriormente.

A primeira levava a uma sala de jantar, igualmente adornada com painéis de madeira. No centro dela havia uma mesa de madeira vermelha entalhada, rodeada de oito cadeias de espaldar alto, braços de madeira entalhada e assentos acolchoados. Acima da mesa, um brilhante lustre de cristal e prata. Também havia uma lareira de mármore ali e, sobre ela, uma pintura representando um vale alpino, emoldurada na mesma madeira vermelha da mesa.

Os painéis de madeira deste cômodo traziam entalhes representando cervos e árvores.

Rolagem:
Alex rolou 3 dados de 10 lados com dificuldade 5 para Manobra Especial e obteve: 10 7 4
Alex obteve 2 sucessos!

Alex notou que as copas das árvores formavam imagens de caras retorcidas em agonia e que, escondidas entre os troncos, haviam figuras de lobos fazendo tocaia.

As quatro janelas estreitas do fundo estavam cobertas por cortinas de seda vermelha. Na parede oposta à lareira, uma tapeçaria exibia uma cena de caçada, onde cães e aristocratas montados em cavalos perseguiam um lobo.

Nada mais havia ali, além de uma outra porta. Passando por ela, Alex voltou ao hall. Esta era a terceira porta que eles viam quando estavam diante da parede do hall.

Alex então abriu a segunda porta. Era apenas um closet com várias capas negras penduras de ganchos na parede e uma estante alta contendo cartolas.

Restava a quarta porta, que era a da cozinha na qual eles já haviam entrado. Inspecionando a portinhola na cozinha, Alex entendeu que era um vão na parede contendo um pequeno elevador de madeira de uns 60 cms de altura com um mecanismo simples de polias, operado manualmente. O elevador só subia e parecia capaz de suportar uma carga razoável, o peso de um homem médio, talvez. Ao lado da portinhola, notou um delicado mecanismo de sinos de bronze e arames que subia até o teto, penetrando nele.

Anton e Eyota acompanharam toda a busca, de modo que estavam inteirados de tudo o que Alex viu. O cheiro de Ronan emanava sutilmente de cada um dos cômodos, indicando que ele bisbilhotaram por tudo. Nenhum ruído mais foi ouvido.

Não foram encontradas passagens secretas nem nada que sugerisse sua existência ali por mais que Alex tenha se esforçado em em buscá-la.

Agora, diante da escadaria de mármore em caracol, os dois garotos e a loba se entreolhavam, tendo que decidir o que fazer em seguida.
avatar
Lua

Mensagens : 316
Data de inscrição : 06/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por Cetza em Qui Abr 13, 2017 7:39 pm

Dito isso, Alex teve um surto de energia e começou a vasculhar as salas adjacentes com todo o empenho de quem tem o irmãozinho caçula em apuros.

Eyota arranhava o chão duro quando notava que o filhote de duas patas começou a se mover, ela levantava as orelhas e seguia o jovem filhote, imaginando que ele tivesse descobrido algo sobre o filhote perdido. Na sala de jantar, Eyota farejava todo o lugar dando voltas ao redor da mesa; ela sentia o cheiro do jovem por todo o lugar, mas era apenas um cheiro tênue que pouco a ajudava à localizá-lo. No closet a lobinha espirava ao cheirar as capas negras, talvez o cheiro de mofo ou poeira que entrara em suas narinas, devido a isso Eyota ficara do lado de fora apenas observando os dois filhotes e espirando bastante. De volta à escada caracol,
Eyota começava a cheirar, à procura de um rastro mais forte do filhote, ela estava disposta a investigar o porão da casa...


avatar
Cetza

Mensagens : 159
Data de inscrição : 25/03/2017
Idade : 32

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por Alexyus em Dom Abr 16, 2017 5:29 pm

Aquela casa dava arrepios no jovem Alexander.

A cada cômodo que vasculhava, ele jogava sinais sutis dá passagem de Ronan, mas encontrar a pista dele era mais difícil.

"Essa casa maluca devorou ele? Como ele conseguiu passar por tantos lugares antes da gente entrar?

Com tudo checado, sobrava só um caminho.

- Só sobrou um caminho, temos que subir!

Assim dito, Alex Will começou a subir a escada caracol à procura de seu irmão.
avatar
Alexyus

Mensagens : 258
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por miltonviziak em Seg Abr 17, 2017 8:50 am

Pelo menos na parte de baixo, olharam tudo, aquela casa feia.Anton hora ou outra pensa que estava em filme de terror.Só não estava com tanto medo porque não estava sozinho.Acompanhando Alex em sua busca, e depois de nada dar certo, parecia que só tinha um lugar para ir agora.

- Só sobrou um caminho, temos que subir!

Vamos subir.

Com isso começaram a subir as escadas para procurar la em cima.

avatar
miltonviziak

Mensagens : 44
Data de inscrição : 03/04/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum