A Casa da Morte

Página 4 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por miltonviziak em Seg Jun 26, 2017 8:49 am

Anton tirando os livros da estante, não teve sucesso, mas ainda bem que Alex achou o livro que abria a passagem.

Na proxima sala, havia muitos outros livros, bem mais antigos e a sala estava com pouca luz, Anton percebeu que a palavra Osybus estava escrito em varios livros, ficou pensando o que aquilo quero dizer.

Anton foi entrando na sala e viu uma caveira debruçada sobre um bau, levou um susto e ficou apreensivo, ficou mais cuidadoso.
Do jeito que aquela caveira estava, parecia que tinha algo importante dentro do bau.

Alex, nada do seu irmão aqui tambem, acho que podemos vasculhar aqui e se não encontrar nada continuamos para o outro andar.
Anton foi apreensivo para perto da caveira e tentar tirar ela de cima do bau e abrir ele.
avatar
miltonviziak

Mensagens : 44
Data de inscrição : 03/04/2017
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por Alexyus em Ter Jun 27, 2017 9:07 pm

Alex estava ficando impaciente quando finalmente achou o livro que abria a passagem secreta.

- EUREKA!!! Achamos!!!

Alex tinha certeza que estavam na pista de Ronan mas a sala escura e cheia de livros depois da passagem não estava com seu irmão. Quando sua visão se acostumou com a falta de luz, ele conseguiu ver um homem sobre um baú, mas olhando melhor percebeu que era um esqueleto.

- Aaaaahhhh!!!


Instintivamente ele procurou algo para bater no esqueleto, quanto mais longo e forte melhor. Mas Anton e a linha já estavam explorando a sala.

Olhando bem para os livros, Alex viu várias vezes a mesma palavra.

- O que diabos é osybus?

Antón falou em algo sobre continuar, e Alex estava mais concentrado em achar pistas do que tudo.

Repetindo a tática da outra sala, ele começou a examinar os livros para ver sobre o que falavam e se liberavam alguma segunda passagem secreta.




avatar
Alexyus

Mensagens : 258
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por Lua em Ter Ago 22, 2017 12:05 pm

Cetza escreveu:Eyota seguia o rastro de ossos, ela lembrava-se da comida que recebia de alguns duas-patas que lhe davam ossos com um restinho de carne para comer. Quando a loba se deparava com uma ossada de um duas-patas, ela imediatamente abaixava as orelhas... aquilo era sinal de morte... o que a pertuva demais. Ela se aproximava de forma tímida e cautelosa à ossada, ela começava a farejar as roupas velhas dele, talvez imaginando reconhecer o cheiro dele em outras
partes da casa.
" Será que ele vivia nessa caverna de madeira... deve ter morrido de fome..."


miltonvisiak escreveu:Anton foi entrando na sala e viu uma caveira debruçada sobre um bau, levou um susto e ficou apreensivo, ficou mais cuidadoso.
Do jeito que aquela caveira estava, parecia que tinha algo importante dentro do bau.
Alex, nada do seu irmão aqui tambem, acho que podemos vasculhar aqui e se não encontrar nada continuamos para o outro andar.
Anton foi apreensivo para perto da caveira e tentar tirar ela de cima do bau e abrir ele.


Alexyus escreveu:Alex tinha certeza que estavam na pista de Ronan mas a sala escura e cheia de livros depois da passagem não estava com seu irmão. Quando sua visão se acostumou com a falta de luz, ele conseguiu ver um homem sobre um baú, mas olhando melhor percebeu que era um esqueleto.

- Aaaaahhhh!!!

Instintivamente ele procurou algo para bater no esqueleto, quanto mais longo e forte melhor. Mas Anton e a linha já estavam explorando a sala.

Olhando bem para os livros, Alex viu várias vezes a mesma palavra.

- O que diabos é osybus?

Antón falou em algo sobre continuar, e Alex estava mais concentrado em achar pistas do que tudo.

Repetindo a tática da outra sala, ele começou a examinar os livros para ver sobre o que falavam e se liberavam alguma segunda passagem secreta.


Eyota quase encostava o nariz no esqueleto e Anton estava a ponto de tocá-lo quando todos ouviram gritos vindos do andar térreo. Alex por pouco não soltou o livro que tinha nas mãos ao perceber que as vozes eram de seus pais.

- Aleeeex!

- Rooo - naaaaan!

- Vocês estão aí?


Então outra voz masculina e enérgica soou:

- Anton! Onde você está? Apareça de uma vez!

- Alex, Ronan. Venham, filhos, estamos preocupados... - suplicou a voz da mãe Alex.

Ninguém clamou por Eyota mas ela era suficientemente inteligente para entender que aquelas eram vozes de adultos chamando suas crias.

Então seus ouvidos apurados captaram o som de passinhos infantis correndo no andar de baixo. Escutou o barulho surdo de corpos se chocando sem violência e, em seguida, o som de beijos e palavras carinhosas vindas de uma voz feminina abafada, como se a dona estivesse com o rosto apertado contra o corpo de alguém.

- Anton!

- Alex!


Os pais continauvam chamando.
avatar
Lua

Mensagens : 316
Data de inscrição : 06/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por Alexyus em Sab Ago 26, 2017 11:27 pm

Alex ouviu os pais chamando ele é Ronan e pensou:

"Estou ferrado..."

Parecia que o Anton também estava na mesma situação. Mas ao ouvir passos abaixo e um som abafado, Alex quase não acreditou.

"Será possível...?

Sem esperar mais, desatou a correr escada abaixo à procura dos pais.
avatar
Alexyus

Mensagens : 258
Data de inscrição : 05/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Casa da Morte

Mensagem por Lua em Qui Ago 31, 2017 1:43 pm

Os garotos correram até o andar térreo e lá encontraram o pais de Alex, o pai de Anton e Ronan, abraçado a sua mãe. Ele não se lembrava de nada, disse apenas que estava brincando na sala que tinha os lobos empalhados. Ao ser crivado de perguntas, apenas deu ombros, despreocupado.

Ao saírem da casa, todos notaram que a neblina estava praticamente dispersa. La fora esperavam as irmãs de Alex, que receberam-nos com o alarido típido de uma família fianna.

O pai de Anton simplesmente pousou a mão em seu ombro e guiou-o em silêncio de volta ao hotel.

Os Willians também regressaram a seus quartos, levando Eyota consigo e escondendo-a. Alex sentia a seu lado a presença calorosa e satisfeita de Kiara. Tinha o palpite de que ela estivera por trás da chegada dos adultos.

No dia seguinte, todos deixaram a cidade.

Eyota passou duas semanas na casa de Alex, onde correu, brincou e fez toda a bagunça que um filhote de lobo tem direito. Depois foi enviada aos cuidados da seita Mudança das Estações, com sede no Parque Nacional das Grandes Montanhas Fumegantes, EUA. Ali foi posta em liberdade e rapidamente ganhou o coração de todos: lobos, parentes, garous e visitantes do parque.

Alex, Anton e Eyota jamais se esqueceram uns dos outros, muito menos da misteriosa casa. De vez em quando têm sonhos em que veem aquele pálido casal de crianças na janela da casa, acenando para eles.


FIM
avatar
Lua

Mensagens : 316
Data de inscrição : 06/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum